22:24hs
Domigo, 19 de Novembro de 2017
Aiuruoca - Notícias
07/10/2017 17h30

Aiuruoca entra na rota de trilheiros do país

Pouco frequentada, tem atraído esportistas tanto do país quanto do exterior

A travessia, ainda pouco conhecida por grande parte dos praticantes de trilhas (trekking) no Brasil, passa pelos municípios de Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Itamonte e Pouso Alto. O ponto mais alto da travessia é o Pico do Bandeira (2.360 m) e o percurso completo soma um total de 35 km.
Localizado no meio da Serra da Mantiqueira, dentro do Parque Estadual da Serra do Papagaio está um dos percursos de trilha que está se tornando a mais nova sensação entre os praticantes do país: A travessia da Serra do Papagaio. Ela tem personalidade própria, com formações rochosas, cachoeiras, florestas de araucária, visual sempre aberto e poucos trechos de mata. A travessia pode ser feita de 3 a 4 dias. Por possuir tem muitos trechos de água potável, facilita a logística da travessia, levando pouca água durante os dias de caminhada.
A entrada ao parque é gratuita e a visitação não acontece de forma manejada, por isso a divulgação do parque é limitada, para evitar visitação maciça. Infelizmente ainda falta controle e ações de educação ambiental junto aos visitantes do parque, que recentemente sofreu diversos focos de incêndio.
Considerada um refúgio de espécies típicas da Mata Atlântica, muitas delas endêmicas e ameaçadas de extinção como o papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea), também conhecido como papagaio-caboclo. O Parque também abriga outras espécies importantes, dentre as quais o Mono Carvoeiro, o Lobo-Guará e a Onça Parda.
Dentro do parque há aproximadamente 1.200 nascentes de água, 240 cachoeiras e 28 cânions. Há dentro do parque belezas singulares como o cânion do Cavalo Baio, com 1.050 metros.
A Travessia Serra do Papagaio possui muitas bifurcações em vários trechos. Por ser pouco conhecida e frequentada, recomenda-se sempre o uso de um GPS ou a contratação de um guia para quem não tiver muita experiência em navegação. Por ser um percurso que exige intensa atividade física, é mais recomentado para trilheiros de nível intermediário a experiente.

Foto: Fabio Fliess

Foto: Fabio Fliess

Foto: Fabio Fliess

Foto: Fabio Fliess

 


SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG