06:50hs
Terça Feira, 25 de Junho de 2019
Aiuruoca - Notícias
06/12/2012 16h37

Inauguração do Museu Nacional

 

 

As solenidades de inauguração do Museu Nacional do Mangalarga Marchador começaram no coreto da Praça da Matriz da cidade de Cruzília (MG), onde inicialmente houve a apresentação, muito aplaudida pelos presentes, do Coral do Sesiminas, regido pelo maestro Marco Antônio Maia Drumond. Posteriormente, ocorreu a chegada da Cavalgada Raízes, cujos integrantes portavam as bandeiras dos estados brasileiros.

Em seguida, o presidente da ABCCMM, Magdi Shaat, fez o seu discurso de abertura. Ele agradeceu a presença das autoridades que vieram para o evento, bem como os criadores e os cidadãos cruzilienses e das cidades no entorno do município. Disse se tratar de uma data histórica para o Mangalarga Marchador e entregou cartas para o secretário da Agricultura, Elmiro Nascimento, que na oportunidade representou o governador Antônio Anastasia e também para o diretor geral da Estrada Real, Baques Vladimir Carvalho. Em ambas as cartas, o presidente da ABCCMM pede que o Museu seja incluido formalmente no circuito cultural e turístico de Minas Gerais.

Dentre outras autoridades que estiveram no evento estavam também o prefeito de Cruzília, José Carlos Maciel de Alckmin, o deputado federal e secretário de Estado de Esportes e Juventude Eros Biondini, o deputado federal Carlos Melles, e os deputados estaduais Dalmo Ribeiro e Dilzon Melo.


Magdi Shaat citou o nome de todos os patrocinadores do Museu e fez um agradecimento especial a Ângela Gutierrez, presidente do Instituto Cultural Flávio Gutierrez (ICFG), responsável pela execução do projeto museológico. Segundo o presidente da ABCCMM, a inauguração do Museu Nacional do Mangalarga Marchador se configurava em “um marco de uma história feliz.”

Selo comemorativo

Durante o cerimonial houve o lançamento do selo personalizado do Museu Nacional do Mangalarga Marchador pelos Correios. O carimbo comemorativo havia sido lançado um dia antes em Belo Horizonte e passará a compor o Museu dos Correios, em Brasília (DF). O selo tem uma primeira parte que é uma carta comercial destacando a imagem da bandeira do Brasil e o ipê amarelo, que faz parte da flora brasileira, e uma segunda parte, com a imagem da Casa da Bela Cruz, onde está localizado hoje o Museu.

Em seguida, o Clube do Cavalo de Cruzília prestou uma homenagem a Magdi Shaat por ter viabilizado o projeto, e a Marcelo Junqueira, que cedeu a casa onde funcionará o Museu.

Homenagem às fazendas pilares

Finalizando a solenidades foram homenagedos 11 representantes das fazendas pilares da raça. Placas alusivas foram entregues a Maria Petronilha Ferraz Junqueira e familiares e a Flávio Henrique de Souza Meirelles e irmãos, representando a Boa Vista; José Carlos de Souza Junqueira e familiares, representando a Fazenda Porto; Raul Junqueira de Araújo e familiares e José dos Reis Meirelles Neto e familiares, representando a fazenda Cafundó; Francisco Darci Meirelles Junqueira e familiares, representando a Bela Cruz; Sílvio Júlio Junqueira Pereira e familiares e José Marcos Soares Reis e familiares, representando a Narciso; Nízia Aguiar Andrade e familiares, representando a Favacho; Alice Aguiar Junqueira e familiares, representando a Traituba; Maria Zélia de Arantes Meirelles e familiares, representando a Angaí; Rita Edméa de Andrade Meirelles e familiares, representando a Anghay; Luiz Antônio Junqueira de Andrade e familiares, representando a Campo Lindo; José Dario Meirelles Junqueira e familiares e Carlos Antônio Meirelles Junqueira e familiares, representando a Bela Vista e Sônia Campos Meirelles e familiares, representando a Fazenda Engenho de Serra.

Show da Beija-Flor

Terminada a homenagem aos representantes das fazendas pilares da raça, a população de Cruzília presenciou um show à parte. Ao som da voz do intérprete Neguinho da Beija-Flor e diante da contagiante bateria da agremiação carioca, os associados, autoridades e público em geral ouviram com emoção o samba “Amigo fiel – do cavalo do amanhecer ao Mangalarga Marchador.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG