02:32hs
Terça Feira, 10 de Dezembro de 2019
Arantina - Notícias
27/09/2012 16h31

Arantina Arantina realiza com grande sucesso o XVI Torneio Leiteiro

Arantina realiza com grande sucesso o XVI Torneio Leiteiro



Na cidade de Arantina, entre os dias 22 e 26 de agosto, produtores da região tiveram a oportunidade de exibir seus animais e trocar experiências sobre novas formas de criação durante o XVI Torneio Leiteiro realizado no município.

As expectativas para o evento se confirmaram e os resultados, de acordo com os organizadores, “foram os melhores possíveis”.

A cada ano os torneios leiteiros retomam sua força, com o profissionalismo atual mesclado a uma paixão tradicional. E esta realidade faz crescer um vasto mercado, tanto direto quanto indireto, responsável inclusive por altos investimentos em pesquisas agropecuárias.

Muitos criadores hoje são referência nos torneios leiteiros, locais criados para troca de experiências, ajuda mútua e grandes amizades.

Genética, nutrição e manejo: os três pilares da produção de leite. E é no torneio leiteiro que eles se expressam com intensidade máxima, levando inclusive uma grande contribuição aos técnicos do setor, onde são validadas as tecnologias disponíveis no mercado.

Nos torneios vencem os animais de alto potencial genético. Enquanto alguns animais atingem seu limite e param de aumentar a produção, em outras este limite é praticamente inexistente; terminam os torneios e a vaca continua a produzir e reproduzir.

No quesito nutrição, os cuidados com o balanceamento adequado em concentrado, minerais, vitaminas e aditivos são extremamente importantes. Para os mais experientes na área, “conduzir uma vaca em um torneio é como pajear um neném”.

E os torneios estão aí, agitando e emocionando o interior de muitos estados do Brasil, desafiando todas as raças de aptidão leiteira e prestando um grande serviço à pecuária nacional, mesmo que esta não seja a declarada intenção destes eventos.

E em Arantina a programação musical, obrigatória em todo o evento desta natureza, brindou o público com grandes shows. No dia 22, a dupla Thiago Ribeiro e Cristiano foi a responsável pelo agito da plateia.

No dia 23 foi a vez de Gil e Guaxupé, que formam uma das duplas mais animadas do meio sertanejo. Românticos, forrozeiros, divertidos, voltados à história da música e sempre de alto astral, trazem para seus fãs e público em geral um show altamente contagiante, animado e dançante, onde cantam e contam histórias da música. Os irmãos são nascidos em Guaxupé e formados pela Universidade Federal de Viçosa. Iniciaram sua carreira artística no meio universitário e seguiram adiante com incentivo do MEC, por meio de seus shows em circuitos universitários. A partir daí, seguiram participando de eventos e exposições agropecuárias pelo interior de Minas, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, logo após o show ficou por conta da dupla Marques e Augusto.

Dia 24 o grupo Barra da Saia agitou a festa. A banda faz sucesso com estilo musical único, fazendo uma releitura da música sertaneja, numa visão moderna, porém, sem perder suas características originais. Formada por jovens artistas de altíssimo nível técnico, a Barra da Saia é a primeira banda brasileira essencialmente feminina no segmento que elas mesmas denominam de Roça´n Roll: a mistura da música raiz e caipira, com pitadas do country e do rock´n roll, e em seguida, os Tigres do Forró.

No dia 25 a dupla Ataíde e Alexandre cantaram os seus sucessos sertanejos, e logo após a banda Batuque Zueira continuou a festa em Arantina. E no dia 26 o encerramento da festa ficou por conta do Trio Zé Virgílio.

Resultado do Torneio

Na categoria 3 ordenhas os premiados foram: 1º lugar ficou com o criador Décio Landim de Almeida com o animal Elite, média diária de 60.910 kg. 2º lugar, João Vitor , animal Balança ,média diária de 55.421kg. 3º lugar, Antonio Landin de Almeida, animal Loreta, média diária de 45.918kg. 4º lugar, Dito do Caminhão, animal Xuxa, média diária de 42.690kg. 5º lugar, José Rafael de Almeida, animal Barquinha, média diária de 42.338kg. 6º lugar, João da Guita, animal Vitrine, média diária de 41.573kg. 7° lugar, Fernanda Kely, animal Mojuda, média diária 37.006kg. 8° lugar, Guilherme João, animal Pintura, média diária de 28.341kg.

Na categoria Curraleira, os ganhadores foram: 1º lugar ficou com a criadora Maria Fernanda, animal Juliana, média diária de 28.653kg. 2º lugar, Joãozinho, animal Pretinha, média diária de 26.991kg. 3º lugar, José Nelson, animal Bruna, média diária de 26.790kg. 4º lugar, Richarlidson, animal Tangerina, média diária de 25.7831kg. 5º lugar, Erich Samuel, animal Sabrina, média diária de 25.431kg. 6º lugar, Sebastião Aguinaldo da Silva, animal Alemanha, média diária de 25.386kg. 7º lugar, Edilson Alves, animal Brahma, média diária de 23.165kg. 8° lugar, Cleiton José de Rezende, animal Chumbada, média diária de 22.325kg. 9° lugar, Paulo Laurindo, animal Baianinha, média diária de 17.800kg.

Categoria Curraleira Mestiça o 1º lugar, foi para o criador Richarlidson, animal Tangerina, média diária de 25.783kg e o 2° lugar, Cleiton José de Rezende, animal Chumbada, média diária de 22.325kg.

Categoria Novilha Quatro Dentes o 1º lugar, foi para a criadora Maria Fernanda, animal Juliana, média diária de 28.653kg e o 2º lugar, Erich Samuel, animal Sabrina, média diária de 25.431kg.

 

Para ver mais fotos Clique Aqui

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG