00:56hs
Domigo, 22 de Setembro de 2019
Baependi - Notícias
02/05/2013 09h22

Fé leva peregrinos de São Lourenço a Baependi

Fiéis de toda parte do Brasil, fizeram uma peregrinação no dia 1º de maio.

Fiéis de Nhá Chica, não só de São Lourenço mas de toda parte do Brasil, fizeram uma peregrinação no dia 1º de maio, saindo da Igreja Matriz de São Lourenço, às 5h e refizeram o caminho que a beata fazia promovendo a caridade.

Realizada há 13 anos, a peregrinação de São Lourenço a baependi é organizada pela Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Cultura de São Lourenço junto a fiéis de toda a região.  Mas este ano a caminhada teve um significado especial, já que Nhá Chica será beatificada no dia 4 de maio. Durante a caminhada neste Dia do Trabalho muitos agradeceram as graças alcançadas e se alegram com a proximidade de sua beatificação.

O trajeto passou pela zona rural das cidades de São Lourenço, Soledade, Caxambu e Baependi, que estavam todas sinalizadas indicando aos fiéis o caminho a ser feito. Além disso, durante todo o percurso foram montadas barracas com enfermeiras da Microtec e atiradores do Tiro de Guerra 04-024 de São Lourenço, dando todo o suporte ao peregrino.

Por ali passaram fiéis a pé, a cavalo, de bicicleta; homens, mulheres, adultos e crianças, todos com a mesma fé e esperança, alguns agradecendo bênçãos recebidas, outros pedindo alguma graça à beata, mas todos com a certeza da bondade e santidade de Nhá Chica.

Foram 36 quilômetros de caminhada, feita por pessoas de todas as idades e de várias cidades da região, que caminharam durante seis horas até o destino: o Santuário de Imaculada Conceição, em Baependi, onde foi celebrada uma missa.

Em entrevista, o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, falou da importância da beatificação de Nhá Chica para o turismo religioso no Estado.

“Nós temos agora essa grande oportunidade de ter uma filha de Minas beatificada, nascida muito humilde, muito pobre na cidade de São João del-Rei, mas que fez toda a sua vida no município de Baependi, no sul de Minas, uma vida dedicada ao amor ao próximo, à devoção a Nossa Senhora da Conceição, à devoção aos mais pobres, só fazendo o bem. Nhá Chica, durante o século XIX, foi uma grande referência de uma pessoa boa no sentido amplo dessa expressão. E agora, reconhecidos já os seus milagres, o grande trabalho que realizou e também a devoção das pessoas que vão a Baependi pedir a sua proteção, houve o reconhecimento pelo Vaticano da beatificação”, explica Anastasia.

No Sul de Minas, cidades próximas a Baependi já possuem características turísticas muito fortes, com os municípios que compõe o Circuito das Águas. Segundo o governador, o turista que for demonstrar sua fé na cidade de Nhá Chica poderá aproveitar para conhecer outras riquezas do Estado, como as estâncias hidrominerais em locais próximos.

“Baependi está a dez quilômetros da cidade de Caxambu, uma das principais cidades do Circuito Turístico das Águas de Minas Gerais. Ao longo dos últimos anos, nós temos nos esforçado muito, no governo, para fazer a restauração dessas estâncias hidrominerais. Tenho certeza, portanto, que o turista que vier apresentar a sua devoção e o seu respeito a Nhá Chica terá a oportunidade de conhecer essas outras belas cidades do nosso circuito histórico e do turismo hidromineral, como São Lourenço, Caxambu, Cambuquira e Lambari, e certamente provar das delícias gastronômicas e experimentar a cura pelas águas”, lembra Anastasia.


 

 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG