09:41hs
Terça Feira, 17 de Setembro de 2019
Cambuquira - Notícias
06/03/2019 16h10

Sergio Graciano, o desenhista da Turma da Mônica, falece aos 83 anos

Nascido em Cambuquira, artista ficou famoso ao participar da equipe com Maurício de Sousa

Foto: Divulgação  MSP

Sergio Graciano era de Cambuquira e foi para São Paulo trabalhar com Mauricio de Sousa

No último dia 8 de fevereiro, sexta-feira, o Brasil perdeu um grande talento: Sergio Tiburcio Graciano, que por mais de 50 anos compôs a equipe da Mauricio de Sousa Produções (MSP).

Sergio era desenhista, mineiro da cidade de Cambuquira. Em 1960 se mudou para São Paulo para trabalhar como ajudante de pedreiro, mas foi na Mauricio de Sousa que fez a sua grande obra.

Era responsável pela arte-final dos quadrinhos Turma da Mônica e até na criação do cabelo do Cascão.

Considerado um dos principais arte-finalistas do estúdio, ficou muito conhecido por criar o cabelo do Cascão com sua própria digital, técnica resultante de um incidente que ocorreu enquanto usava uma pena, e que até esclareceu o ocorrido em uma entrevista, divulgada pela própria página da MSP quando lhe perguntado como começou o uso deste artifício no cabelo do personagem.

Em nota, a empresa lamentou a morte:

“Graciano veio de Cambuquira, em Minas Gerais, para São Paulo e foi na capital paulista que, em 1960, como ajudante de pedreiro, viu sua vida mudar. Construía casas, levantava muros, colocava janelas e portas, e foi assim que a vida lhe abriu uma chance de trabalhar com o criador da Turma da Mônica, Mauricio de Sousa, em 1966. Ele agarrou a oportunidade e passou a construir sonhos e fantasias, no mundo recém-criado por Mauricio.

Em estúdio pequeno, com poucas pessoas, ajudava em tudo que fosse preciso na produção das tiras que saíam nos jornais. Depois de muito treino e teimosia, tomou gosto pela arte-final. Como arte-finalista, viu o estúdio pequeno virar um gigante. Colaborou com um sem número de histórias e deixou sua contribuição e sua marca pessoal na Turma da Mônica.

E quando se fala em marca pessoal não é exagero. Sua digital, como um carimbo, virou cabelo do Cascão para facilitar a produção do desenho que era feito com caneta. Graciano dizia brincando que foi a primeira arte “digital” do estúdio. Mauricio gostou da inovação e aprovou a ideia. Cascão nunca mais foi o mesmo. Graciano inventou a técnica por acaso e é usada até hoje.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG