02:55hs
Sábado, 25 de Maio de 2019

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1337
Correio do Papagaio - Edição 1338
Ciência e Tecnologia
19/12/2012 09h24

Cédulas falsas aumentam no fim do ano;

saiba como não cair em golpes

 

Desde 2010 o Banco Central vem mudando as características das cédulas com o objetivo de combater a falsificação, mas as cópias estão cada vez mais parecidas com as verdadeiras. Segundo a polícia, com a aproximação das festas de fim de ano, as ocorrências envolvendo uso de notas falsas aumentam. Em São Sebastião do Paraíso (MG), somente neste mês a polícia já apreendeu sete notas falsificadas. Especialistas dão algumas dicas para identificar falsificações e evitar maiores prejuízos neste fim de ano.

Segundo o Banco Central, de janeiro a novembro deste ano, foram retidas mais de 424 mil cédulas falsas em todo o país. Somente em Minas Gerais foram 41.190 mil, o terceiro estado com mais ocorrências, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro.

Ainda de acordo com o levantamento, a cédula falsificada mais apreendida neste ano foi a de R$ 100. Entre 2007 e 2011, a campeã de falsificações foi a de R$ 50.

De acordo com a Polícia Militar, agora no final do ano é preciso ficar mais atento. Com o aumento do volume de dinheiro que circula no comércio, fica mais fácil para o bandido dar o golpe da nota falsa. O gerente Silva afirma que, em média, o banco recebe quatro notas falsas, mas neste mês já foram 12 falsificadas. “As falsificações têm sido cada vez com mais qualidade”, comenta Marcelo Vieira da Silva, gerente do banco.

Para contornar o problema, alguns comerciantes capacitam seus funcionários para reconhecer as cédulas falsas. É o caso de um supermercado de São Sebastião do Paraíso (MG). “Já tentaram passar uma nota de R$ 100, mas o papel era muito fino, aí o caixa não pegou”, conta Carlos Reis, dono do supermercado.

Mas, às vezes, toda atenção pode não ser suficiente. No supermercado, o caixa já recebeu este ano duas notas de R$ 50 falsas, a segunda no início deste mês. A PM orienta para a pessoa que receber por engano uma cédula falsa, permanecer com a nota e acionar imediatamente a polícia, que irá apreendê-la e prosseguir com a investigação.

O site do Banco Central divulga uma lista com oito itens de segurança que podem ajudar a identificar se a nota é falsificada. Alguns são fáceis de perceber ao colocar a cédula contra a luz. Na nota de R$ 50, a marca d'água é de uma onça. E nas notas de R$ 100 aparece um peixe, que é uma garoupa, e o número 100 em tons que variam do claro ao escuro.

Outros itens podem ser percebidos ao usar uma lente de aumento. O valor da nota impresso em tamanho muito pequeno aparece em várias áreas da cédula, na frente e no verso. Há também o fio de segurança no meio da cédula, que é identificado pelo valor da nota.

Outra dica muito importante é que o papel da cédula verdadeira é especial e mais áspero do que o papel comum.

Para mais informações sobre como identificar as novas cédulas do Real, acesse o site do Banco Central 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG