23:25hs
Quinta Feira, 22 de Agosto de 2019

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1370
Correio do Papagaio - Edição 1376
Economia
13/08/2019 15h30

Bolsas da Europa sobem após remoção de parte de tarifas dos EUA à China

Os mercados acionários europeus encerraram o pregão desta terça-feira, 13, em alta, reagindo à remoção de parte das tarifas impostas pelos Estados Unidos a produtos chineses, anunciada pela manhã. Diante do anúncio, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em avanço de 0,51%, aos 371,40 pontos.

O Escritório do Representante Comercial (USTR, em inglês) dos EUA divulgou um comunicado informando que alguns produtos serão removidos da lista de tarifa de 10% sobre US$ 300 bilhões em bens chineses, anunciada pelo presidente americano, Donald Trump, em 1º de agosto, e prevista para entrar em vigor a partir de 1º de setembro. Além disso, o órgão informou que a tarifação sobre eletrônicos, como celulares e computadores, será adiada para 15 de dezembro.

A notícia renovou o apetite por risco e impulsionou bolsas da Europa, revertendo a abertura em queda que refletia os múltiplas tensões ao redor do globo, como as até então persistentes divergências entre EUA e China, os protestos em Hong Kong e a crise política na Itália.

Diante do cenário, o índice FTSE MIB, da bolsa de Milão, fechou em alta de 1,36%, para 20.539,43 pontos, apesar da crise política pela qual passa o país. O Senado local voltou ao trabalho após recesso e deve definir data para votar a moção de desconfiança do governo protocolada pela Liga, partido que integra a coalizão, o que "provavelmente levará a eleições antes do final do ano", diz um relatório da consultoria Eurasia enviado a clientes.

A fabricante de componentes eletrônicos STMicroelectronics avançou 3,18%. O setor bancário também se fortaleceu, com o Intesa Sanpaolo subindo 2,79%.

Um dos principais banco da Alemanha, o Deutsche Bank igualmente avançou. A alta foi de 1,30% na bolsa de Frankfurt, onde o índice DAX 30 encerrou o pregão em alta de 0,60%, aos 11.750,13 pontos.

A ArcelorMittal avançou 5,46% na bolsa de Paris, ajudando o índice CAC 40 a fechar em alta de 0,99%, para 5.363,07 pontos.

Em Londres, o índice FTSE 100, da bolsa de Londres, cresceu 0,33%, aos 7.250,90 pontos, com avanço nos papéis da Anglo American (+2,56%) e da Rio Tinto (+1,91%). Já os índices Ibex 35, da bolsa de Madri, e PSI 20, da bolsa de Lisboa, fecharam em alta de 0,22%, para 8.695,10 pontos, e 0,61%, para 4.825,63 pontos, respectivamente.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG