20:29hs
Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1060
Correio do Papagaio - Edição 1063
Economia
06/12/2017 23h10

Políticos dos EUA planejam votar na quinta-feira elevação temporária de teto

Líderes dos Partidos Republicano e Democrata planejam votar nesta quinta-feira um projeto de lei no Congresso que manteria as agências federais dos Estados Unidos funcionando até 22 de dezembro, uma maneira de dar mais tempo para a resolução do impasse em relação ao Orçamento. A medida tem o apoio da Casa Branca.

O nível atual do teto expira na sexta-feira, dia 8, e há a pressão nos bastidores para que se ajustem os gastos em relação à imigração e defesa. Os democratas sinalizaram que poderiam obstruir a votação do orçamento para o ano fiscal inteiro, que causa polêmica também entre os parlamentares mais conservadores do Partido Republicano.

Mas ambos os lados admitiram negociar uma solução temporária. "Ninguém quer uma paralisação do governo", disse a jornalistas o deputado republicano Mark Meadows, da Carolina do Norte.

O tom moderado reflete um senso em políticos de ambos os partidos de que, no momento, devem ser colocadas de lado as diferenças em temas polêmicos, uma vez que não há tempo hábil para que discussões amplas e há interesses eleitorais em jogo.

Os republicanos querem manter o foco no texto final da reforma tributária, que eles esperam estar aprovado e assinado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, até o Natal. Ao mesmo tempo, os democratas não querem ser tachados como os responsáveis por uma eventual paralisação do governo.

Nesta quinta-feira, os líderes do Partido Democrata no Senado, Chuck Schumer, e na Câmara, Nancy Pelosi, vão se encontrar com Trump na Casa Branca para discutir o tema.

Apelo

A extensão temporária do teto para as agências federais ganhou o apoio do importante Escritório de Gestão e Orçamento da Casa Branca, que emitiu um comunicado apoiando a aprovação do tema no Congresso.

"A Administração acredita que o financiamento da segurança nacional, inclusive para os nossos militares protegerem a fronteira do sul e melhorarem a capacidade de defesa de mísseis, deve ser priorizado em um acordo de financiamento de longo prazo, e continuará trabalhando com o Congresso para conseguir isso objetivo", diz o texto do Escritório.

Mais cedo nesta quarta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que a paralisação de financiamento do governo "poderia acontecer" caso os democratas não mudassem a posição sobre a imigração. Fonte: Associated Press.

Fonte: Estadão Conteúdo
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG