23:09hs
Segunda Feira, 22 de Abril de 2019

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1313
Correio do Papagaio - Edição 1323
Esportes
11/02/2019 01h11

Brasil vence, impede título da Argentina, mas fica fora do Mundial Sub-20

A seleção brasileira sub-20 encerrou sua campanha no Sul-Americano da categoria com uma vitória, uma nova fraca atuação e sem a vaga no Mundial da Polônia, em maio e junho. O triunfo sobre a Argentina por 1 a 0 impediu o título dos rivais e favoreceu o Equador, que ficou com o troféu - os equatorianos atingiram dez pontos, contra nove dos argentinos.

Para ficar com a vaga no Mundial, a única meta alcançável para a seleção após campanha decepcionante, o Brasil precisava vencer os argentinos por três gols de diferença. Chegaria, assim, ao quarto posto do hexagonal final, assegurando a quarta e última vaga no Mundial, que acabou nas mãos da Colômbia.

Sem o resultado esperado, o Brasil terminou o hexagonal na quinta e penúltima posição, com os mesmos cinco pontos da Colômbia, que tinha a vantagem do maior saldo de gols. Os brasileiros ficaram à frente somente da Venezuela, com quatro pontos. Longe do título, o Brasil ficou sem as vagas no Mundial e nos Jogos Pan-Americanos de Lima.

Somente os três primeiros asseguraram a classificação para competir na capital peruana: Equador, Argentina e Uruguai (oito pontos). Os três e mais a Colômbia carimbaram o passaporte para o Mundial.

O JOGO - Totalmente pressionado pelos resultados ruins neste hexagonal final, a seleção voltou a mostrar no primeiro tempo todas as dificuldades e até a apatia dos jogos anteriores. A primeira investida no ataque aconteceu aos 16 minutos, com Vitinho. Mas, três minutos depois, a Argentina respondeu e o goleiro Phelipe precisou mostrar serviço.

Os primeiros 35 minutos foram de fraco futebol e pouca emoção em campo. A partida só ganhou em movimentação aos 37, quando Lincoln desperdiçou chance incrível quase cara a cara com o goleiro argentino. Na sequência, a zaga argentina desviou com a mão e o árbitro marcou o pênalti.

O mesmo Lincoln converteu aos 39, numa cobrança cheia de paradinha e firulas que quase favoreceu o goleiro Roffo, que chegou a encostar na bola, mas não evitou o gol.

Ainda precisando de dois gols para conquistar a vaga no Mundial, a seleção voltou mais atenta para o segundo tempo. Tentou partir para o ataque e criou boa oportunidade novamente com Lincoln, aos 3. Novamente, ele finalizou mal e parou no goleiro argentino.

O jogo, então, ganhou em movimentação. E dos dois times passaram a atacar de forma franca, sem perder tempo no meio-campo. A Argentina quase empatou aos 9 minutos. E o Brasil esteve perto de marcar o segundo, aos 21, com Igor.

Mas o constante "lá e cá" acabou cansando os jogadores a partir dos 30 minutos. O técnico Carlos Amadeu promoveu mudanças, mas o ritmo já não era mais o mesmo. Sem conseguir atacar como antes, a seleção protagonizou apenas duas boas chances na reta final do jogo. Na melhor delas, Toró acertou o travessão aos 41 minutos do segundo tempo.

Apesar da decepção, a seleção brasileira faturou sua primeira e única vitória no hexagonal final do Sul-Americano Sub-20.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG