17:47hs
Sábado, 13 de Agosto de 2022

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1669
Esportes
13/10/2014 20h50

Câmera pode ter gerado lesões cerebrais de Schumacher

A real causa das graves lesões cerebrais sofridas por Michael Schumacher em dezembro passado ainda é motivo de especulações e controvérsias. Quase 10 meses depois do acidente sofrido pelo ex-piloto alemão, uma nova versão foi trazida à tona. Segundo o jornalista francês Jean-Louis Moncet, do Canal+, a câmera que estava no capacete do alemão foi a responsável pelo agravamento da situação.

"A lesão de Michael não foi causada por qualquer golpe em uma pedra, mas pela câmera GoPro. O problema de Michael não foi exatamente o acidente, mas a câmera GoPro que ele tinha na sua cabeça, que feriu o seu cérebro", disse Moncet à Rádio Europe 1, ressaltando que o problema estava ligado ao posicionamento da câmera.

Michael Schumacher teve graves lesões na cabeça no acidente que sofreu nos Alpes franceses, na estação de esqui de Meribel. Na ocasião, seu capacete ficou rachado por causa do forte impacto sofrido na queda. Com o alemão em estado grave, os médicos optaram por colocá-lo em coma induzido para que seu cérebro pudesse repousar e a inflamação e o inchaço no local fossem reduzidos.

O heptacampeão também foi operado para eliminação de coágulos, mas alguns estavam muito profundos. Por isso, ainda é uma incógnita sua situação neurológica. Michael Schumacher deixou o hospital no começo de setembro, após 254 dias internado.

AÇÕES - As declarações de Moncet causaram forte queda nas ações da fabricante de câmeras GoPro. Nesta segunda-feira, elas despencavam 9,5% na bolsa norte-americana Nasdaq. A empresa está no mercado de ações desde junho e levantou US$ 427 milhões em sua oferta inicial pública de ações.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG