14:36hs
Sexta Feira, 20 de Maio de 2022

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1643
Esportes
26/11/2014 13h50

COB forma primeira turma da Academia de Treinadores

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) formou no fim da manhã desta quarta-feira sua primeira turma da Academia Brasileira de Treinadores (ABT). No total, 85 profissionais que atuam no atletismo, ginástica artística e natação receberam o certificado, após concluírem o curso que teve duração de dois anos.

O objetivo da iniciativa é aperfeiçoar o conhecimento de técnicos de atletas de alto rendimento nos esportes individuais. Até mesmo treinadores bem conceituados do País foram alunos dessa primeira turma, casos de Marcos Goto, técnico do medalhista olímpico e mundial Arthur Zanetti, e Fernando Vanzella, que comanda a seleção feminina de natação.

"Nós percebemos um gap (uma lacuna) na preparação do treinador brasileiro. Tínhamos treinadores, mas eles tinham um gap de treinamento e preparação. Por isso que trouxemos técnicos estrangeiros", afirmou o diretor executivo de Esportes do COB, Marcus Vinícius Freire.

"Hoje temos mais de 40 treinadores estrangeiros no País, e eles têm dois objetivos: treinar os atletas e trazer conhecimento. Quando a gente cria a ABT, a gente força esses 85 guerreiros a estudar por dois anos", ressaltou Freire.

Segundo o diretor do Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), Augusto Heleno, o investimento na formação dos treinadores foi pesado. "Trouxemos a peso de ouro alguns dos melhores treinadores do mundo para ministrar os estágios internacionais", garantiu.

"Procuramos criar uma maneira nova de transmitir conhecimento e transmitir que o esporte, hoje, precisa de ciência. Hoje não tem mais improvisação. O esporte é uma ciência, e que os novos treinadores sigam estudando e que formem novos atletas para que o Brasil alcance o Top 10 (no quadro de medalhas olímpico), e se mantenha", frisou Heleno.

Financiada pelo COB, que pagou inclusive viagens e estadia de alguns dos integrantes do curso, a primeira turma iniciou com 106 profissionais, mas alguns acabaram deixando a equipe. No fim, 85 treinadores se formaram, sendo 28 de atletismo, 26 da ginástica artística e 31 da natação. O Conselho Federal de Educação Física anunciou que irá oficializar o curso como sendo de especialização.

O curso foi dividido em oito módulos presenciais e três à distância. As aulas presenciais exigiam 100% de presença e algumas delas foram realizadas em outros estados. Houve ainda três módulos práticos, em que os treinadores realizaram um estágio nacional e dois internacionais. A segunda turma da ABT, que reúne profissionais de judô, lutas associadas e tae kwon do, já realiza atividades e deve se formar em novembro do próximo ano.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
Dra Milena Psicologa
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG