07:19hs
Sexta Feira, 28 de Abril de 2017

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 975
Correio do Papagaio - Edição 979
Esportes
20/04/2017 18h48

Com gol na prorrogação, Manchester United vai à semifinal da Liga Europa

Num duelo sofrido e de muitas emoções, o Manchester United precisou de um gol na prorrogação para vencer o Anderlecht por 2 a 1, nesta quinta-feira, e avançar à semifinal da Liga Europa. Jogando no Old Trafford, diante de sua torcida, o time inglês empatou por 1 a 1 no tempo normal, repetindo o placar do jogo de ida e forçando o tempo extra.

O gol salvador veio no começo do segundo tempo da prorrogação, em bela jogada de Rashford, um dos destaques da partida. O sofrimento do United se deveu principalmente às chances desperdiçadas na etapa final do jogo, quando o placar estava empatado por 1 a 1. Até o experiente Ibrahimovic acumulou chances perdidas no ataque.

A má notícia para a torcida inglesa é que o próprio Ibrahimovic deixou o jogo machucado. Com fortes dores no joelho direito, ele abandonou a partida pouco antes do início da prorrogação. Ele deve ser avaliado nesta sexta-feira.

Com a classificação garantida, o time comandado pelo técnico José Mourinho agora vai aguardar pelo sorteio dos confrontos das semifinais às 8 horas da manhã desta sexta-feira (no horário de Brasília).

O JOGO - O Manchester United entrou em campo classificado porque o empate sem gols no placar garantia sua vaga, uma vez que marcara gol fora de casa no jogo de ida. A situação ficou ainda mais favorável para o time inglês aos 9 minutos, quando Mkhitaryan abriu o placar. O atacante aproveitou vacilo da defesa belga e bateu para as redes da entrada da área.

Com o gol do United, o Anderlecht precisaria marcar dois gols para levar a vaga. Só que o time inglês seguia mostrando força no ataque. E, aos 12, Pogba quase anotou o segundo. De cabeça, exigiu grande defesa do goleiro Rubén Martínez.

O time belga, contudo, não desanimou e partiu para o ataque para tentar buscar ao menos o empate, que levaria o duelo para a prorrogação. Aos 31, Tielemans acertou chute no travessão. E, no rebote, Sofiane Hanni empurrou para as redes. Antes do intervalo, os visitantes tiveram duas chances para virar o placar.

Depois do susto, o time de José Mourinho voltou mais atento e com maior iniciativa no ataque. Aos 3 minutos, os ingleses quase marcaram o segundo gol. Foi quando Lingard passou batido na pequena área, de carrinho, sem alcançar o cruzamento rasteiro de Luke Shaw, da linha de fundo.

Dominante na etapa final, o United também teve chances para marcar o segundo aos 23 minutos. Rashford driblou o goleiro dentro da área, mas demorou para finalizar e foi neutralizado pelo marcador. Aos 36, foi a vez de Ibrahimovic desperdiçar chance incrível ao dominar a bola da entrada da área, à frente do marcador, e bater longe do gol.

Pouco antes do apito final, o sueco sentiu dores no joelho direito e não conseguiu permanecer em campo para jogar a prorrogação. O atacante precisou deixar o gramado amparado pelos médicos do clube inglês.

No tempo extra, o United se manteve no ataque e Pogba até mandou para as redes, mas o árbitro assinalara falta de Fellaini sobre o marcador no momento do passe para o companheiro.

No início da segunda etapa da prorrogação, Fellaini desta vez deu passe preciso, sem falta, para Rashford. E o jovem atacante não decepcionou ao driblar dois marcadores antes de bater de canhota para o gol, marcando o gol da suada classificação do United.

Fonte: Estadão Conteúdo
Últimas Notícias
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61/207 - Centro - São Lourenço - MG