14:19hs
Sexta Feira, 20 de Maio de 2022

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1643
Esportes
29/11/2014 23h00

Fla goleia e deixa o Vitória em desespero no Brasileiro

O torcedor do Vitória que acompanhou a equipe neste sábado deve ter ficado ainda mais desesperado. Completamente apático, sem criatividade ou reação, e ainda descontrolado emocionalmente, o time baiano foi facilmente batido pelo Flamengo. Mesmo sem muito esforço, os cariocas dominaram o confronto, golearam por 4 a 0 na Arena Amazônia, e afundaram o adversário na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

A sorte do Vitória é que o Palmeiras também perdeu para o Inter, o que mantém o time baiano com chances de permanência na Série A. Para isso, precisa vencer o Santos na última rodada, domingo que vem, no Barradão, e torcer para que o Palmeiras não derrote o Atlético-PR no mesmo dia, em São Paulo.

Isso porque o Vitória estacionou nos 38 pontos, um atrás do Palmeiras. A equipe de Ney Franco venceu somente uma das últimas seis partidas e precisará contar com toda a força de sua torcida se quiser se manter na elite. Já o Flamengo chegou aos 51 pontos, tranquilo na oitava posição, e pega o Grêmio no domingo que vem, em Porto Alegre, apenas para cumprir tabela.

O JOGO - O Vitória marcou logo com um minuto, com Neto Coruja, mas o volante havia usado o braço para matar a bola, o árbitro viu e parou o lance. Mas foi só um susto. Logo o Flamengo tomaria conta das ações. Aos 22 minutos, Cáceres cruzou para Elton, mas o atacante, de frente para o gol, foi travado por Ednei. Aos 24, após cobrança de escanteio, Elton cabeceou na segunda trave e Wallace chegou atrasado.

De tanto insistir, o Flamengo abriu o placar três minutos mais tarde, em lance bastante confuso. Elton recebeu de frente para Gatito Fernández, mas finalizou em cima do goleiro. No rebote, ele mesmo cruzou para Everton, que cabeceou por cobertura. A bola tocou na trave, Kadu tentou afastar, mas tocou para trás. Fernández ainda espalmou para frente, mas o árbitro viu que a bola ultrapassou a linha após o toque do zagueiro baiano, para desespero dos visitantes.

Mas nem o gol foi capaz de acordar o Vitória, que ainda levou uma bola no travessão aos 34, quando Elton aproveitou grande jogada de Nixon e, de carrinho, quase marcou. Somente a partir daí o time baiano cresceu e passou a pressionar. Aos 39, devolveu a bola no travessão, em cabeçada de Marcinho, que assustou Paulo Victor.

O segundo tempo começou com o Flamengo novamente em cima e criando boa chance logo aos três minutos, quando Márcio Araújo recebeu na entrada da área, mas finalizou mal. Na sobra, Elton quase marcou. Aos 14, Nixon recebeu pela direita, ninguém tentou pará-lo e ele foi invadindo. Quando ia bater, finalmente Kadu se jogou no carrinho e travou.

O Vitória deu seu primeiro chute na etapa final somente aos 19 minutos, com Marcos Júnio, que entrou para dar mais movimentação ao time. No minuto seguinte, Dinei recebeu na área e, de frente para o gol, caiu ao dividir com Anderson Pico e Marcelo. No rebote, Marcos Júnio demorou para bater e jogou em cima de Paulo Victor. Mas o lance revoltou os baianos, que foram para cima do árbitro.

Os ataques esporádicos do Vitória não mudaram o panorama do jogo e o Flamengo seguia melhor. Tanto que, aos 23, ampliou. Mugni recebeu pela esquerda e cruzou. Elton aproveitou a total desatenção de Ednei e cabeceou para marcar.

O descontrole emocional do Vitória ficou ainda mais evidente aos 29, quando Escudero pisou em Cáceres e foi expulso. Aos 35, Nixon recebeu pela direita em contra-ataque, arrancou e cruzou no pé de Everton, que completou para a rede. Ainda houve tempo para que Nixon marcasse o quarto, após jogada individual pela direita. Definitivamente, foi uma noite para o Vitória esquecer.


FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 4 X 0 VITÓRIA

FLAMENGO - Paulo Victor; Leonardo Moura (Anderson Pico), Marcelo (Erazo), Wallace e João Paulo; Cáceres, Canteros, Márcio Araújo (Lucas Mugni) e Everton; Nixon e Elton. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

VITÓRIA - Roberto Fernández; Nino Paraíba (William Henrique), Ednei, Kadu e Richarlyson; Neto Coruja, José Welison, Cáceres, Marcinho (Marcos Júnio) (Mansur) e Escudero; Dinei. Técnico: Ney Franco.

GOLS - Kadu (contra), aos 27 minutos do primeiro tempo. Elton, aos 23, Everton, aos 35, e Nixon, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Elmo Alves Resende Cunha (GO).

CARTÕES AMARELOS - Leonardo Moura, Everton, Canteros (Flamengo); Richarlyson, Dinei, William Henrique, Escudero (Vitória).

CARTÃO VERMELHO - Escudero (Vitória).

RENDA - R$ 1.520.495,00.

PÚBLICO - 20.057 torcedores.

LOCAL - Arena Amazônia, em Manaus (AM).

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG