09:35hs
Domigo, 11 de Abril de 2021

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1530
Correio do Papagaio - Edição 1531
Esportes
09/04/2015 00h35

Flamengo joga mal, empata com o Nova Iguaçu e deixa escapar a Taça Guanabara

O Flamengo tinha tudo para conquistar a Taça Guanabara nesta quarta-feira à noite. A equipe tinha pela frente o Nova Iguaçu, que entrou em campo praticamente rebaixado, e dependia de apenas uma vitória para assegurar o troféu do primeiro turno. Mas o Flamengo jogou mal no primeiro tempo, perdeu muitos gols no segundo e ficou no 0 a 0.

O resultado, somado à vitória do Botafogo sobre o Macaé em outra partida da noite, derrubou o Flamengo para a segunda posição. Agora, o time de Vanderlei Luxemburgo terá pela frente o Vasco em uma das semifinais do Carioca. Botafogo e Fluminense fazem o outro jogo.

Nesta quarta-feira, com a bola rolando nem parecia o jogo entre o líder e o penúltimo colocado. Mesmo que o Flamengo praticamente não tenha corrido riscos no primeiro tempo, o time rubro-negro demonstrou displicência em campo.

Comandado à beira de campo pelo auxiliar técnico Deivid - Luxemburgo cumpriu o segundo jogo da suspensão imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva -, o Flamengo passou quase toda a etapa inicial insistindo nas jogadas de linha de fundo pela direta, com Pará.

Mas elas raramente originaram chances de gol. Para completar, o time rubro-negro perdeu suas duas melhores oportunidades do primeiro tempo por preciosismo. Aos 28, Alecsandro teve rebote na entrada da pequena área, mas tentou concluir de calcanhar e o goleiro Jefferson defendeu. Já aos 33, Mugni teve a chance pela esquerda a poucos metros do gol, mas, em vez de chutar forte, quis bater por cobertura e permitiu que Cesinha tirasse quase da linha do gol.

Mas na etapa final o Flamengo acordou. Aos 3, Cirino chutou com perigo da entrada da área e mandou por cima. E, aos 10, Deivid tirou o volante Lucas Mugni para a entrada de Eduardo da Silva, aumentando ainda mais o poder de fogo rubro-negro.

Daí até o fim da partida o Flamengo criou pelo menos três grandes chances de gol, mas, assim como acontecera na etapa inicial, pecou muito na hora da finalização. A melhor chance acabaria aparecendo no fim, aos 47: Cirino chutou forte de dentro da área, Jefferson espalmou e, no rebote, Alecsandro mandou por cima.

FICHA TÉCNICA:

NOVA IGUAÇU 0 x 0 FLAMENGO

NOVA IGUAÇU - Jefferson; Cesinha, Rhayne, Rodrigo Almeida e Rodrigues; Paulo Henrique, Vinicius Matheus, Luan (Rodrigo Cesar) e Dieguinho (Glauber); Marlon (Dudu) e Oliveira. Técnico: Renê Weber.

FLAMENGO - Paulo Victor; Pará, Marcelo, Wallace e Anderson Pico; Jonas (Jajá), Luiz Antônio e Lucas Mugni (Eduardo da Silva); Gabriel (Matheus Sávio), Marcelo Cirino e Alecsandro. Técnico: Deivid (auxiliar).

CARTÕES AMARELOS - Rodrigues, Eduardo da Silva.

ÁRBITRO - Grazianni Maciel Rocha.

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ).

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008 | (35) 99965-4038
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG