Estamos de luto pelo Carlinhos do Hospital de Aiuruoca
08:34hs
Sexta Feira, 27 de Novembro de 2020

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1488
Correio do Papagaio - Edição 1492
Esportes
06/09/2020 16h30

Hamilton assume erro por punição e se mostra satisfeito com o 7º lugar em Monza

Lewis Hamilton assumiu a responsabilidade pela punição que sofreu no GP da Itália, neste domingo. O hexacampeão, que havia largado na pole, levou uma sanção de dez segundos, chegou a ficar em último, mas escalou o pelotão e terminou a corrida em Monza no sétimo lugar.

Hamilton liderava com folga e caminhava com tranquilidade para mais uma vitória. Tudo mudou, porém, quando o safety car entrou na pista para retirar a Haas de Kevin Magnussen, o que motivou o britânico a realizar parada para trocar os pneus. No entanto, a Mercedes e o piloto não perceberam que o pit lane estava fechado porque o carro do dinamarquês estava perto da entrada dos boxes.

A direção da prova entendeu que Hamilton violou as regras e ele foi penalizado com um "stop and go" de dez segundos. Após a corrida, o líder do campeonato reconheceu que errou.

"Não fizemos um bom trabalho necessariamente com o pit stop. Honestamente, não vi essas placas, então assumo a responsabilidade por isso. É algo com que vou aprender", admitiu.

Mesmo largando em último, 26 segundos atrás de o tailandês Alexander Albon, o primeiro piloto à sua frente, Hamilton empilhou ultrapassagens e conseguiu fechar a corrida na zona de pontuação.

"Hoje não era para ser o meu dia", pontuou. "Fui um pouco infeliz, mas o que não te mata apenas te torna mais forte. Houve uma longa parada no box, 26 segundos que eu precisava recuperar. Mas, mesmo assim, quando finalmente peguei todo mundo, gostei daquela batalha", prosseguiu o piloto.

O resultado, levando em conta as circunstâncias, foi celebrado. Hamilton ficou satisfeito com o desfecho da prova também porque Max Verstappen, antes vice-líder do Mundial de Pilotos, abandonou e não somou pontos.

"Conseguir terminar em sétimo e assegurar a volta mais rápida ainda são alguns bons pontos, considerando que eu definitivamente não pensei que isso fosse possível 26 segundos atrás do último carro", ressaltou o piloto britânico. "Eu definitivamente vou comemorar e ser grato porque Max não marcou nenhum ponto. Não é uma grande perda hoje", acrescentou Hamilton.

O britânico se manteve na liderança isolado do campeonato, com 164 pontos. Ao terminar em quinto, seu parceiro, Valtteri Bottas, assumiu a vice-liderança, com 117 pontos, sete a mais que Verstappen, que caiu para o terceiro posto.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG