05:21hs
Terça Feira, 23 de Outubro de 2018

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1218
Correio do Papagaio - Edição 1229
Esportes
22/07/2018 17h31

Hamilton festeja 'dia glorioso' na Alemanha e diz que vitória foi um 'sonho real'

Com problemas hidráulicos no seu carro da Mercedes no treino de classificação de sábado, Lewis Hamilton largou apenas da 14ª posição do grid do GP da Alemanha e sabia que seria muito difícil lutar pela vitória neste domingo, no circuito de Hockenheim, mas contou com a ajuda da chuva e o consequente acidente sofrido pelo alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, para alcançar um improvável triunfo que lhe recolocou também na liderança do Mundial de Fórmula 1.

Após a vitória, o piloto britânico não escondeu a alegria pelo seu feito, um dia depois de também ter chegado até a tentar empurrar o seu carro, o que é proibido pelo regulamento da F-1 até por motivo de segurança, para tentar, sem sucesso, seguir na sessão qualificatória para o grid. Ele até se ajoelhou na frente do monoposto para lamentar o problema inesperado que o deixou bem distante da luta pela pole position, que acabou sendo conquistada por Vettel.

"Eu sinto que toda a chuva caiu e meio que lavou a negatividade", ressaltou Hamilton, sorrindo. "É por isso que eu disse no final que 'o amor vence tudo' (no rádio do seu carro depois da corrida ao falar com os integrantes da sua equipe). É apenas um dia glorioso. Não poderia ter sido um dia melhor para mim. Um sonho real e que eu sempre vou lembrar", comemorou o tetracampeão mundial.

O próprio Hamilton admitiu que não foi fácil de acreditar que seria possível brigar pela vitória ao largar da 14ª posição do grid, mas ele acabou sendo premiado por fazer o melhor que podia e ainda contar com um pouco de sorte pelo erro cometido por Vettel, que abandonou a prova em sua 52ª volta ao deixar a sua Ferrari escapar da pista, invadir a brita e acertar a barreira de pneus.

"Sim, eu definitivamente senti em certo ponto que 'Jesus, este é um morro íngreme para nós', mas se você continuar acreditando, continuar lutando, as coisas ficarão boas. Hoje é um dos dias mais inacreditáveis para mim", ressaltou.

Hamilton ainda comemorou o fato de que reassumiu a liderança do Mundial de F-1 justamente no GP da Alemanha, a "casa da Mercedes", sendo que o seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, ainda terminou na segunda posição. E isso ocorreu depois de o inglês ter renovado o seu contrato com a equipe por dois anos na última quinta-feira e o finlandês acertado na sexta a sua continuidade no time para a temporada de 2019.

"Conseguir a dobradinha para a Mercedes, especialmente depois que renovaram nossos contratos e confirmaram sua confiança em nós, torna este um dia tremendo para nós", enfatizou o inglês. Bottas, por sua vez, não escondeu o sabor especial pela dobradinha em Hockenheim. "Há vários pontos positivos desta vitória: como um time, como um resultado perfeito para nós, na Alemanha, no nosso GP em casa para a Mercedes, então isso é muito bom", disse.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG