08:54hs
Sábado, 17 de Abril de 2021

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1530
Correio do Papagaio - Edição 1534
Esportes
09/04/2015 00h25

Lisandro López salva e Inter precisa de pênaltis para ir à semifinal

O Internacional sofreu para chegar à semifinal do Campeonato Gaúcho. Nesta quarta-feira, saiu perdendo para o Cruzeiro, em pleno Beira-Rio, mas conseguiu chegar ao empate em 2 a 2 depois de ter dois pênaltis a seu favor (um deles desperdiçado por D'Alessandro) e ficar com um a mais em campo. Lisandro López marcou duas vezes. Depois, nos pênaltis, aproveitou-se de três cobranças ruins do Cruzeiro para ganhar por 3 a 1. Na próxima fase, o time do técnico Diego Aguirre vai enfrentar o Brasil de Pelotas, que também nesta quarta-feira venceu o Lajeadense, por 2 a 1.

A decisão por pênaltis foi só o ápice de um jogo cheio de emoções, com boas chances para os dois lados e grande atuação de Bruno Grassi, goleiro do Cruzeiro. No primeiro tempo, antes de o placar ser aberto pelo Cruzeiro, o Inter já havia perdido dois gols, com Sasha e Ernando, ambos na pequena área, após jogadas de Valdivia pela direita. Bruno Grassi e Alisson ainda falharam uma vez cada e só por sorte não levaram 'frangos'.

No gol de Matheus, Alisson nem se mexeu. O meia chutou bonito, aos 39 do segundo tempo, no cantinho direito do gol colorado, e deixou o goleiro imóvel. Do outro lado, Bruno Grassi se recuperou para defender, no contrapé, falta batida por D'Alessandro que bateu na barreira. Apesar da pressão nos minutos finais, o Inter foi para o intervalo perdendo de 1 a 0.

A situação colorada pioraria logo aos 4 minutos, quando Wesley marcou de cabeça, após cruzamento perfeito de Wagner. O Inter teve a chance de descontar aos 13, mas D'Alessandro bateu pênalti para fora. Dois minutos depois, Bruno Grassi ainda fez grande defesa em cabeceio de Rafael Moura.

Só faltando 15 minutos para o fim do jogo é que as coisas começaram a melhorar para o Inter. André Ribeiro reclamou de pênalti marcado aos 29 minutos e foi expulso. Dessa vez foi Lisandro López quem foi para cobrança e descontou. Até então, Bruno Grassi estava invicto em quatro pênaltis contra ele no Gauchão.

Principal reforço do Inter para a temporada, Lisandro fez também o gol de empate, aos 35, completando escanteio batido pela esquerda. A equipe colorada mal comemorou e já queria recomeçar o jogo para tentar o terceiro, que não saiu, apesar da incrível pressão nos acréscimos, com chance atrás de chance sendo perdidas.

Nos pênaltis, D'Alessandro desta vez acertou, Laerte carimbou o travessão, Lisandro López marcou mais um e Rodrigo Heffner bateu em cima de Alisson. Como Juan fez o dele, logo o Inter abriu 3 a 0 e encaminhou a vitória. Rafael Moura chutou para fora, mas Ben Hur ajudou. Mandou na trave e eliminou seu time.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008 | (35) 99965-4038
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG