Estamos de luto pelo Carlinhos do Hospital de Aiuruoca
08:56hs
Sexta Feira, 27 de Novembro de 2020

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1488
Correio do Papagaio - Edição 1492
Esportes
06/09/2020 15h50

Luxemburgo vê exagero em críticas e elogia Veron: 'Estava fazendo falta'

O técnico Vanderlei Luxemburgo admitiu que o Palmeiras precisa jogar melhor, mas disse que há "perseguição" em algumas críticas que o time tem recebido. Após a vitória de virada por 2 a 1 sobre o Red Bull Bragantino, o treinador disse que a equipe está "no caminho certo".

"Com as críticas eu não tenho problema. Mas há muito tempo eu acho que há um exagero muito grande. São críticas exageradas para um time que só perdeu dois jogos no ano, foi campeão paulista, campeão na Flórida (torneio de pré-temporada), tem a defesa menos vazada. Ninguém quer enxergar as coisas positivas. Houve um exagero muito grande nas críticas. As críticas que não estamos jogando bem procedem. Não tem problema nenhum. Precisamos melhorar. Mas muitas críticas têm perseguição, de tempos em tempos. A gente sabe como funciona. Acho algumas um exagero e outras temos que conviver com elas", analisou o treinador, que completou neste domingo 400 jogos pelo Palmeiras.

Ciente de que o Palmeiras pode demonstrar um futebol melhor, Luxemburgo valorizou os resultados desta temporada. O time alviverde é o único invicto no Campeonato Brasileiro e soma 13 pontos em sete partidas disputadas. Ainda tem um jogo a menos.

"Estamos o caminho certo, sem dar resposta a ninguém, temos a nossa resposta interna. Tudo isso que acontece pertence ao futebol. Mas é importante refletirem que há um exagero muito grande, que com poucas rodadas, nada presta. E o Palmeiras não pode entrar nisso de que nada presta, a gente vem de conquista, mesmo não jogando bem. É melhor ganhar não jogando bem do que perder jogando bem. O exagero incomodou. Porque mesmo com muitos anos, nunca vi um exagero tão grande como esse que existiu nesse momento do Palmeiras", afirmou.

O treinador também exaltou a volta de Gabriel Veron, que saiu do banco de reservas no segundo tempo para dar a virada ao Palmeiras. O atacante de 18 marcou o gol de empate e tocou para Willian fazer o segundo. Ele não atuava desde março em razão de uma lesão muscular sofrida em julho, na retomada dos treinamentos após a paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus.

"O Veron já entrou diversas vezes, tem mais experiência. Estava fazendo falta, eu queria que ele voltasse. Ele tem o drible, a finalização, quebra linhas... Ele promete muito. Precisamos contar com ele", avaliou Luxemburgo.

Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o Corinthians, na quinta-feira, às 19h15, na Neo Química Arena. Para Luxemburgo, o mais importante neste momento é descansar os jogadores para o clássico.

"Vamos colocar os caras no 'pijama-training'. Descansar, é um clássico importante, eles têm um dia a mais de descanso. Vamos a partir de terça preparar o time. É um clássico importante, vamos jogar na casa deles", afirmou Luxemburgo, lembrando que o Corinthians atuou no sábado contra o Botafogo.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG