22:01hs
Segunda Feira, 23 de Maio de 2022

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1643
Esportes
27/11/2014 09h25

Marcelo critica calendário e espera renovar com Cruzeiro

O Cruzeiro exibiu claros sinais de desgaste físico no jogo de volta da final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira à noite, no Mineirão, onde o Atlético-MG venceu por 1 a 0 e ficou com o título da competição. Após o confronto, o técnico Marcelo Oliveira voltou a criticar o calendário do futebol brasileiro, pois no último domingo a equipe cruzeirense atuou no mesmo Mineirão na vitória por 2 a 1 sobre o Goiás na partida que garantiu o tetracampeonato brasileiro.

Já o Atlético, que pôde poupar titulares na rodada passada do Brasileirão e atuou um dia antes, no sábado, contra o Inter, exibiu condição física bem superior no confronto desta quarta. E o fato de o Cruzeiro não ter tido um tempo maior de descanso entre um jogo e outro foi detonado de forma contundente pelo comandante.

"O calendário é fundamental porque ele empobrece o espetáculo. Ninguém consegue jogar 31 partidas decisivas consecutivamente sem nenhum prejuízo. Então acho que o Cruzeiro, como em outras rodadas também, poderia ter jogado muito melhor se tivesse um tempo maior de descanso. Acho que este é um aspecto, que é grave, e isso vem de muitos anos e as coisas não melhoram aqui. E ninguém faz por onde melhorar", reclamou Marcelo Oliveira, em entrevista coletiva.

O treinador também criticou a arbitragem atual do futebol brasileiro, mas de forma mais branda, dizendo que a mesma "prejudicou o Cruzeiro e adversários do Cruzeiro, e todo mundo reclamou disso", assim como enfatizou que é "necessário profissionalizar" a arbitragem.

Já ao ser questionado sobre o fato de que agora irá negociar a renovação do seu contrato com o clube, Marcelo Oliveira deixou claro o seu interesse em seguir no time em 2015. Entretanto, disse que evitou tratar deste assunto enquanto os cruzeirenses estavam na luta direta pelos títulos.

"Nós (técnico e diretoria) fizemos questão de não falar disso neste período de decisões. Isso era menos importante pois estavam canalizando todas as energias no Brasileirão e na Copa do Brasil. Isso era menos importante, ficou de forma secundária. Esta semana a gente vai falar disso, e espero que seja um final feliz", disse o comandante.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG