14:32hs
Terça Feira, 24 de Maio de 2022

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1643
Esportes
21/01/2022 10h40

Número 1 do mundo, Barty se classifica às oitavas em Melbourne; Osaka é eliminada

Em mais uma partida na qual não sofreu qualquer quebra de saque, a australiana Ashleigh Barty ganhou mais uma e já está nas oitavas de final do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, em Melbourne. A atual número 1 do mundo manteve um ótimo aproveitamento no seu serviço e precisou de apenas pouco mais de uma hora para derrotar a italiana Camila Giorgi, 33.ª do ranking da WTA, por 6/2 e 6/3.

Barty completou seu sexto jogo seguido sem sofrer quebras de serviço, em sete jogos na temporada. Ela só foi quebrada no primeiro jogo do ano diante da americana Coco Gauff, pelo WTA 500 de Adelaide, há duas semanas. Além disso, a líder do ranking mundial também só perdeu oito games durante a primeira semana do torneio.

Vencedora de dois Grand Slams - Roland Garros, em 2019, e Wimbledon, no ano passado -, Barty luta por um título inédito na Austrália. Sua melhor campanha no torneio foi uma semifinal há dois anos. Na temporada passada, ela parou nas quartas de final. A jogadora de 25 anos também tenta ser a primeira tenista da casa a vencer o torneio desde Chris O'Neil em 1978.

No primeiro set, a número 1 do mundo só precisou de quatro winners, contra cinco de Giorgi, mas a italiana cometeu 16 erros não-forçados diante de apenas quatro. Já na segunda parcial, Barty só perdeu dois pontos em seus games de serviço e aproveitou o único break point que teve. Terminou o jogo com 11 a 8 em winners e cometeu apenas 13 erros contra 24 da rival.

Apesar da grande expectativa por um duelo entre Barty e Naomi Osaka nas oitavas de final, o encontro entre as duas campeãs de Grand Slam não irá acontecer, pois a japonesa acabou se despedindo ainda na terceira rodada. Osaka teve dois match points, mas permitiu a virada à americana Amanda Anisimova, que venceu por 2 sets a 1 - com parciais de 4/6, 6/3 e 7/6 (10/5), após 2 horas e 15 minutos.

Anisimova, atual 60.ª do ranking, chegou a ser semifinalista de Roland Garros em 2019 e atingiu o 21.º lugar. Mas no mesmo ano, acabou sofrendo com a perda do pai e treinador Konstantin Anisimov. E nas últimas temporadas as lesões e problemas de saúde comprometeram seu calendário. Contra Barty, ela perdeu o único duelo até agora no circuito profissional, justamente na semi de Paris há dois anos e meio.

A eliminação de Osaka ainda na terceira rodada também terá impacto direto no ranking. A ex-número 1 do mundo e atual 14.ª colocada defendia dois mil pontos na Austrália, por ter conquistado o título no ano passado. Ela mantém apenas 130 desses pontos e sofrerá uma queda acentuada, aparecendo por volta da 80.ª posição.

Vale destacar que a japonesa de 24 anos disputou poucos torneios no ano passado porque decidiu fazer uma pausa na carreira para cuidar da saúde mental. Pela história que construiu no tênis, deverá conseguir convite para entrar em qualquer torneio que quiser, mas ficará solta nas chaves e pode cruzar o caminho das favoritas logo cedo.

OUTROS JOGOS - Outras cabeças de chave venceram nesta sexta-feira. São os casos da checa Barbora Krejcikova (4), da grega Maria Sakkari (5), da espanhola Paula Badosa (8), da belarussa Victoria Azarenka (24) e da americana Jessica Pegula (21).

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
Dra Milena Psicologa
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG