17:24hs
Domigo, 19 de Janeiro de 2020

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1404
Correio do Papagaio - Edição 1408
Esportes
08/12/2019 20h10

No Castelão, Fortaleza ganha do Bahia e torcida pede permanência de Rogério Ceni

O Fortaleza se despediu do Campeonato Brasileiro com vitória. A equipe cearense bateu o Bahia por 2 a 1, neste domingo, em partida realizada na Arena Castelão lotada, em Fortaleza, válida pela 38.ª e última rodada. No final do jogo, a torcida do clube cearense fez um mosaico para pedir a permanência do técnico Rogério Ceni em 2020.

O público de 52.552 pessoas foi recorde. É o maior da competição na Arena Castelão, ultrapassando a partida entre Ceará x Santos, que contou com 49.809 torcedores.

Tanto Fortaleza como o Bahia terminam o Brasileirão classificados para a Copa Sul-Americana de 2020. Invicto há sete jogos, o clube cearense termina na nona posição com 53 pontos - com 15 vitórias, oito empates e 15 derrotas. O baiano encerra na 12.ª colocação com 49 - foram 12 vitórias, 13 empates e 13 derrotas.

Desde o começo do jogo, os times buscaram o ataque. Quem criou a primeira chance foi o Fortaleza com Osvaldo, aos oito minutos. Ele bateu de fora da área e o goleiro Douglas defendeu sem susto. Quatro minutos depois, o próprio Osvaldo abriu o marcador. Gabriel Dias cruzou pela direita e o atacante, sozinho, fez de cabeça. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Aos 24 minutos, o Fortaleza quase ampliou com Bruno Melo, que pecou na hora da conclusão. O Bahia teve grande chance de empatar aos 30. Gilberto recebeu passe, avançou sozinho até a entrada da área cearense, mas parou na excelente defesa de Felipe Alves. Aos 32, os baianos conseguiram o empate com Artur. Ele cobrou falta, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro.

Na etapa final, o Bahia esteve melhor nos primeiros 20 minutos. Logo aos quatro, Élber aproveitou bate e rebate na área e bateu rasteiro; Felipe Alves defendeu. Aos 11, Artur, de falta, quase virou para os baianos.

Na primeira chance do time da casa, Kieza chutou em cima do goleiro do Bahia, que evitou o gol com a perna. Aos 21 minutos, Kieza cruzou, Wellington Paulista escorregou e a bola sobrou livre para Osvaldo, que desperdiçou chance clara.

Os times seguiam procurando o ataque, mas esbarravam na hora do último passe. Aos 32 minutos, o Fortaleza marcou o gol da vitória. Gabriel Dias cruzou para trás e Tinga marcou. Festa na Arena Castelão.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 2 x 1 BAHIA

FORTALEZA - Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Bruno Melo e Carlinhos; Felipe, Araruna e Edinho (Tinga); Romarinho (Kieza), Wellington Paulista e Oswaldo (Matheus Alessandro). Técnico: Rogério Ceni.

BAHIA - Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Wanderson, Juninho e Moisés; Gregore, Ronaldo (Fernandão) e João Pedro (Lucca); Artur (Shaylon), Gilberto e Élber. Técnico: Roger Machado.

GOLS - Osvaldo, aos 12, e Artur, aos 32 minutos do primeiro tempo; Tinga, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Carlinhos e Gabriel Dias (Fortaleza); Shaylon (Bahia).

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ).

RENDA - R$ 875.696,00.

PÚBLICO - 52.552 pagantes.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG