04:01hs
Terça Feira, 24 de Maio de 2022

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1643
Esportes
26/11/2014 13h10

Prass diz que já recebeu 'mala branca' e torce pelo Fla

Como todo final de campeonato, o assunto "mala branca" vem à tona. O termo se refere a uma quantia financeira que um clube oferece para outro vencer um terceiro time. No Palmeiras, o goleiro Fernando Prass admite que já recebeu essa ajuda e acredita que isso possa acontecer nas últimas rodadas, mas também acredita que esse tipo de incentivo não faz muita diferença.

"Se dinheiro adiantasse alguma coisa, nós mesmo faríamos uma vaquinha para garantir a vitória. Todos têm o mesmo objetivo. Isso acontece, prêmio para vencer vindos dos outros clubes e recebemos também do próprio clube por vitória. Mas alguns clubes estão mudando isso e estão pagando por objetivos ou porcentagem de objetivos", disse o goleiro, que ao ser questionado se já havia recebido dinheiro de outros clubes para vencer, admitiu: "Já, já recebi sim. Isso é normal".

O Palmeiras briga contra o rebaixamento contra diversos clubes. Bahia, Vitória, Coritiba, Botafogo e Chapecoense são os principais adversários nesta disputa. Criciúma já está rebaixado. Com 38 pontos, o Vitória é o melhor time dentro dos que estão na zona da degola e joga no sábado, às 21 horas, contra o Flamengo, em Manaus. O Palmeiras, com 39 pontos, atua às 19h30 do mesmo dia, diante do Internacional, em Porto Alegre.

Sobre o fato de jogar em horário diferente do principal concorrente, o Vitória, Prass acredita que isso não possa fazer muita diferença, mas entende que o mais justo seria que as duas partidas fossem realizadas na mesma hora.

"Mais justo seria que fosse o mesmo horário, mas não temos que nos preocupar com isso. Temos que nos preocupar com a gente mais do que qualquer outra coisa. Obviamente, vamos acompanhar jogo do Vitória, porque é importantíssimo para nós. Esse jogo dá a condição de já estar livre do rebaixamento ou ter condição de jogar em casa dependendo apenas da gente. Mas também abre a rodada e, se Palmeiras e Vitória vencem e o Coritiba perde, entra na briga (contra o rebaixamento) de novo. A situação ainda é bem indefinida. Hoje nossa briga é contra o Vitória porque é uma matemática simples", analisou o goleiro palmeirense.

O elenco do Palmeiras treinou na manhã desta quarta-feira, na Academia de Futebol, sem a presença da imprensa. Na quinta, mais uma vez a atividade será fechada e o time viaja para Porto Alegre na sexta. Para o jogo, o técnico Dorival Júnior não poderá contar com o zagueiro Nathan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG