08:41hs
Quinta Feira, 11 de Agosto de 2022

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1669
Esportes
01/04/2015 21h40

Vasco vence Rio Branco-AC por 2 a 1, mas não evita jogo da volta no Rio

O Vasco falhou na sua missão de se classificar por antecipação para a segunda fase da Copa do Brasil. Atuando em Rio Branco, capital do Acre, nesta quarta-feira, o time carioca até que chegou a abrir uma vitória por dois gols de diferença sobre o Rio Branco-AC, mas recuou na etapa final e foi vazado aos 35 minutos. Assim, venceu por 2 a 1 e agora terá que fazer a partida de volta no Rio, daqui duas semanas.

A partida começou a pleno vapor. Logo no primeiro minuto, William recebeu na área do Vasco, tentou driblar o goleiro uruguaio Martín Silva e foi ao solo pedindo pênalti - mais o auxiliar invalidou o lance apontando impedimento. E o Vasco respondeu na sequência sendo foi mais efetivo: Bernardo recebeu na meia esquerda e deu boa assistência para Thalles chutar forte da entrada da área e abrir o placar.

O ritmo frenético, porém, parou por aí. No restante do primeiro tempo, o que se viu foi um Rio Branco se defendendo ostensivamente - às vezes com todos os jogadores em seu campo - e saindo para o contra-ataque sem força. Do lado do Vasco, pouca produção ofensiva e muitos erros de passe.

Mesmo assim, a equipe carioca ampliou o marcador antes do intervalo. Aos 44 minutos, Douglas Silva cabeceou após cobrança de escanteio e, apesar da pouca força da conclusão, colocou no canto esquerdo do goleiro Filipe, que aceitou.

Com o resultado adverso, que eliminaria a equipe já na partida de ida, o Rio Branco voltou com uma alteração ousada no segundo tempo: na vaga do lateral-direito Bruno, o técnico Zezito colocou o atacante Tonho Cabañas.

A mudança alterou bastante a forma de atuar do dono da casa, que avançou suas linhas e passou a chegar ao ataque com mais força. E mesmo que esta nova postura abrisse mais espaços para o Vasco, foi o Rio Branco que passou a levar perigo.

Buscando o jogo pelos flancos, principalmente pelo lado esquerdo, o time do Acre foi aos poucos encurralando a equipe carioca. E, apesar da pouca agudez ofensiva, tanto insistiu que acabou descontando. Aos 35 minutos, Kinho foi lançado da esquerda no lado oposto e, em um lindo chute de primeira, chutou cruzado. O gol não evitou a derrota, mas garantiu a realização do confronto da volta.

FICHA TÉCNICA

RIO BRANCO-AC 1 x 2 VASCO

RIO BRANCO-AC - Filipe; Bruno (Tonho Cabañas), Tyrone, Victor Hugo e Tiaguinho (Leo); Kinho, Joel, Marquinhos e Jeferson (Luquinhas); Evandro Russo e William. Técnico: Zezito.

VASCO - Martín Silva, Nei, Douglas Silva, Anderson Salles e Lorran; Guiñazu, Victor Bolt, Bernardo (Mosquito) e Matheus Índio (Montoya); Yago e Thalles (Romarinho). Técnico: Doriva.

GOLS - Thalles, a 1, e Douglas Silva, aos 44 minutos do primeiro tempo; Kinho, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Joel, Kinho e Leo (Rio Branco-AC); Victor Bolt, Nei e Bernardo (Vasco).

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Raposo (DF).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Arena da Floresta, em Rio Branco (AC).

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG