21:22hs
Quarta Feira, 16 de Outubro de 2019
Minduri - Notícias
18/07/2013 10h19

Prefeito faz balanço do primeiro semestre de sua administração

“Goiano” destaca pagamento de dívidas e avanços na Saúde e Educação

O prefeito de Minduri, José Ronaldo da Silva “Goiano”, recebeu na manhã da terça-feira, 2 julho, em seu gabinete, a reportagem do Jornal Correio do Papagaio para uma entrevista exclusiva. Em primeiro lugar, o prefeito ressaltou que pegou uma prefeitura endividada e encontrou dificuldades no início de seu mandato. Segundo “Goiano” a dívida inicial era de cerca de R$ 700 mil. “A maioria dos prefeitos da região iniciou a administração com os municípios endividados. Pegamos uma cidade abandonada, com mato para todo lado, e em relação à dívida nós negociamos e optamos em pagar em 60 meses. Hoje a dívida está em torno de R$ 320 mil. Pretendemos pagar tudo até janeiro de 2014”, comentou.

Perguntado sobre que dica dá aos prefeitos endividados da região para continuar o desenvolvimento de seus municípios, ele diz: “O principal de tudo é cortar gastos, em todos os quesitos, e principalmente gastar aquilo que tem e aprender a dizer não. O prefeito que aprender a dizer não se sairá bem”.

 

Saúde

“Goiano” diz que ainda tem muita coisa a se fazer para saúde e ressalta que investir em saúde num município sai muito caro. “Tenho orgulho de dizer que em outubro, desde que ganhei a eleição, já corri atrás do convênio com o hospital de Cruzília. É um suporte fabuloso. Cirurgias, internações, partos cesarianos de graça para a população. É a saúde que o marca o governo de um prefeito. Peguei a prefeitura com 13º, INSS, FGTS atrasados e já consegui pagar todos. Em relação a exames, contratei um laboratório particular para ajudar na demanda que está muito grande. Estamos tentando também um convênio com o hospital de Aiuruoca Queremos trazer ainda mais médicos, mais um pediatra e uma ginecologista. A saúde é o princípio de tudo”.

 

Educação

“Na educação estamos muito bem. Oferecemos uma merenda muito boa, investimos cinco vezes mais que a administração anterior. Oferecemos café da manhã, frutas, uma refeição de verdade na escola. Contratamos um fonoaudiólogo, psicólogo, nutricionista e, em breve, quero contratar uma professora de inglês e espanhol, pois educação e cultura são fundamentais. Queremos terceirizar todos os veículos da educação”. Segundo a secretária Maria Leonora Vilela Monteiro, já aconteceram muitas mudanças e transformações. “Transformamos a Escola Municipal Durval de Souza Furtado num lugar mais atraente para a criança. É importante que a criança se sinta bem no local onde estuda. Mudamos muito a escola em relação à merenda. Temos muitos alunos que saem da zona rural para vir estudar às 5h da manhã sem tomar café. Temos um lanche, com leite chocolate e pão. Temos uma merenda bem balanceada por nutricionista. Nossa merenda tem arroz, feijão, legumes, carne, fruta, como qualquer refeição, e fazemos nossas compras no nosso mercado local e fazemos uso da agricultura familiar. Na parte pedagógica fazemos parte do pacto do governo federal, onde o objetivo é fazer com que a criança leia, escreva e opere até os 8 anos de idade”, comenta.

 

Obras

“Minduri nestes seis primeiros meses foi um canteiro de obras. Havia um financiamento aqui do banco BDMG, que foi feito pelo prefeito anterior e ele não havia pago nenhuma das parcelas e iniciou as obras. Nesse período, com as economias que fiz, consegui pagar as parcelas, dar a contrapartida das obras e realizar todas. Fizemos 5 mil metros de pavimentação asfáltica entre bloquetes e asfalto, como também limpeza de córregos e estradas rurais. Conseguimos uma retro, uma patrol e uma união através do PAC 2. Teremos a inauguração da Marluvas, prevista para a primeira quinzena de agosto, com a presença do governador Antonio Anastasia, que deve gerar 200 empregos iniciais. Só de pavimentação dessa empresa fizemos 2 mil m²; entrega de casas populares do Programa Minha Casa, Minha Vida e previsão da construção de mais 60 casas este ano. Na Funasa estamos na reta final na elaboração de um projeto de saneamento básico, sem convênios, uma obra no valor  de 10 milhões de reais para início em outubro. Fizemos um projeto muito bem feito”, afirma o prefeito.

 

Esporte

”Contratamos um professor de artes marciais e temos muita coisa pra fazer. Pegamos o estádio municipal interditado, e assim continua. Há seis meses estamos tentando liberação no Corpo de Bombeiros e estamos realizando jogos internos. A denominação ‘estádio’ passará a ser campo”.

 

Turismo

“Temos potencial, mas ainda está devagar. Não tivemos nem tempo de desenvolver ainda. Ainda estamos criando a secretaria”. Para o diretor de turismo, Edgar Aloise Cortez, o turismo em Minduri seria ecológico e totalmente ligado ao meio ambiente. “Para trabalhar o turismo neste município temos de fazer um levantamento dos pontos turísticos e um projeto ambiental para cada ponto para que esses atrativos sejam preservados e visitados. Só que estamos esbarrando nos proprietários destes lugares, e muitas vezes o proprietário não tem interesse”.

 

Cultura e meio ambiente

“Na pasta da Cultura nós já desenvolvemos o projeto “Minduri, cidade digital!”, que já está pronto, e consiste em integrar todo o perímetro urbano em uma rede de fibra ótica, interligando todos os prédios públicos e departamentos da prefeitura com intranet e telefonia voip, totalmente sem custos. Essa rede de fibra ótica também prevê a instalação de câmeras de monitoramento com ilha de gravação em todas as vias de acesso ao município, em prol da segurança pública. Junto dessa rede de fibra óptica também haveria um sinal, via rádio, de Wifi, que daria acesso gratuito à internet para toda a população. Reforma e adaptação do antigo prédio do laticínio em um complexo cultural, que envolve teatro, cinema, palestras, um telecentro e uma lan house municipal integrada à biblioteca, como também oficinas de artesanato”.


Relação com governos

“Meu partido é o PMDB. A relação com o governo federal é ótima. Agora, com o estadual já não posso dizer, porque ainda estamos no início do nosso mandato. Mas creio que não haverá problemas. Quanto à Câmara Municipal só tenho a agradecer. A maioria dos nossos projetos tem sido aprovada. Somente um foi reprovado, dentro de 30. Agradeço também aos funcionários públicos que têm feito um grande trabalho.

Prefeito, vice-prefeito e secretários Entrega da retroescavadeira ao 
  município de Minduri
Diretor geral da Marluvas, Denilton José da  Parque de Exposições da cidade de Minduri
Silva e o prefeito Goiano  
Manutenção de abrigo para ônibus Recuperação e manutenção de estradas
Operação tapa-buraco em Minduri Trabalho na Zona Rural
Pavimentação do Sítio das Varas Lado externo da fábrica Marluvas
Área interna da fábrica Estrutura a ser utilizada
Atividade escolar na Escola Municipal Durval Telecentro municipal
de Souza Furtado  

Fachada do Campo Municipal

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG