Estamos de luto pelo Carlinhos do Hospital de Aiuruoca
07:22hs
Quinta Feira, 26 de Novembro de 2020

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1488
Correio do Papagaio - Edição 1492
Opinião
11/10/2016 15h17

Entrevista convencional de emprego - algumas orientações

Por Marcelo Arteiro*

Por Marcelo Arteiro*

A entrevista convencional de emprego, ou entrevista individual, normalmente encerra a “maratona” do processo seletivo de muitas empresas, iniciado com o cadastro do candidato para a vaga em aberto, e os múltiplos passos percorridos até a entrevista.
Etmologicamente, a palavra entrevista, significa “entre olhares”, ou seja, é um “cara a cara” com o recrutador que tem a possibilidade de integrá-lo ou não, ao quadro de funcionários desta organização.
ANTES DA ENTREVISTA:
Preparar-se para uma entrevista individual é um exercício primeiramente de autoconhecimento, saber responder com propriedade alguns inquietantes questionamentos interiores tais como: quem eu sou? O que eu sei? O que eu gosto de fazer? O que o meu grupo de convívio social e profissional (grupo de referências) diz a meu respeito? O que me move? Quais são os meus valores? Em segundo lugar, um exercício de conhecimento pleno da organização que está oferecendo esta vaga. O resultado destes exercícios deve conduzir a uma perfeita harmonia entre a minha proposta de valor (minha missão aqui na Terra, minha visão de mundo; onde os meus talentos poderão contribuir não só para a organização, mas principalmente para a sociedade em geral, além dos meus valores que pautarão a minha conduta dentro e fora da organização.) e a proposta de valor da empresa em questão (missão, visão e valores organizacionais). Esta conclusão deve ter sido chegada, previamente, no momento de candidatar-se ou não a uma vaga em qualquer organização.
NA HORA DA ENTREVISTA:
Diante do entrevistador procure direcionar as suas respostas e também perguntas, pois a uma boa entrevista é aquela em que o entrevistado é o protagonista da entrevista, para 7 eixos centrais da conversa:
(1) Foco: concentre-se naquilo o que foi perguntado, se possível, forneça exemplos pertinentes, ligados ao assunto da pergunta para facilitar o pleno entendimento da sua resposta.
(2) Clareza: comunique-se de maneira clara, com a correta pronúncia das palavras e as concordâncias nominais e verbais próprias da norma culta da Língua Portuguesa. Jamais pronuncie gírias, ou dirija-se de maneira muito íntima ao entrevistador. Jargões corporativos, quando bem utilizados dentro do contexto da pergunta podem ser utilizados, pois demonstram domínio da linguagem usual corporativa no ambiente de atuação profissional referido.
(3) Objetividade: vá direto ao ponto!Não seja prolixo! Não perca tempo com subterfúgios ou respostas evasivas. Procure associar, dentro do que foi perguntado, como as suas competências podem impactar positivamente o negócio da organização.
O correto alinhamento destes três eixos de estruturação de respostas e perguntas conferem relevância a sua entrevista e otimização de tempo do entrevistador.
(4) Transparência: seja você mesmo! Não encene outros papeis, nem queira parecer melhor do que realmente é! Mostre-se conhecedor das suas qualidades e atento aos seus defeitos, procurando reconhecê-los e melhorá-los para que não solapem as suas qualidades e evidencie que você está em um processo contínuo de aprimoramento humano, isto é, pessoal e profissional.
(5) Verdade: nunca minta! É preferível que algum fato desagradável da sua trajetória profissional e até mesmo pessoal, relevante para a entrevista, seja mencionado por você ao entrevistador, do que ele descobrir isto mais tarde sozinho ou por outras pessoas!Muitos entrevistadores fazem uma verdadeira “engenharia social”, cruzando as colocações dos candidatos na entrevista, com os comentários dos mesmos nas redes sociais.
O correto alinhamento das suas respostas e perguntas nestes dois eixos proporcionará autenticidade e integridade nas suas colocações.
(6) Coerência nas respostas: concatene àquilo o que vai falar, em uma sequência lógica, coordenada, de fácil entendimento e compreensão! Ao fazer referências às experiências profissionais relacione-as de maneira cronológica no tempo e espaço e principalmente enfatize os resultados obtidos pela sua atuação na empresa ao longo da sua fala ex: (Empresa X, ano Y, Desafio Z, Resultado W), isto demonstrará uma capacidade de organização analítica dos acontecimentos da sua carreira bastante apurada, algo que é raro de encontrar em muitos profissionais durante as entrevistas individuais.
(7) Equilíbrio Emocional o tempo todo: muitos candidatos se deixam vencer pela ansiedade, demonstram medo, ficam “travados”, gaguejam,têm lapsos de memória e apresentam muitos “tiques” comportamentais durante a entrevista. Procure manter-se calmo, mantenha os olhos fixos no entrevistador, busque entrar em rapport com ele, isto é, em sintonia. Ao final da entrevista cumprimente-o com um aperto de mão firme e agradeça pela oportunidade que lhe concedeu de contar sobre a sua trajetória de vida e como gostaria se aprovado, de contribuir para o sucesso da organização, isto indicará interesse genuíno pela vaga.
Por fim, o correto alinhamento das suas perguntas e respostas nestes dois últimos eixos demonstrará uma coerência e um equilíbrio profissional muito grande em suas argumentações, fazendo ver ao entrevistador, de forma bem nítida, ao longo de toda a entrevista realizada, a sua capacidade de responder de maneira inteligente e assertiva os questionamentos solicitados, permitindo-o prever de antemão, a sua habilidade em lidar com situações muitas vezes pouco inteligentes e imprevisíveis que o ambiente corporativo nos proporciona no convívio diário dentro da organização.
E quem sabe, se ao final de alguns dias de angustiante espera, não seja então você, o candidato escolhido, àquele com o perfil mais adequado para o preenchimento desta vaga?
Pense nisto!
Sucesso e Boa Sorte!

*Marcelo Arteiro - Consultor Empresarial/Palestrante Organizacional. Top-Performance Desenvolvimento Humano e Profissional (Liberdade/MG)

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG