14:03hs
Terça Feira, 02 de Junho de 2020

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1439
Correio do Papagaio - Edição 1442
Opinião
02/06/2016 09h16

O que esperar do marketing digital nessa nova era de informação?

Claro que para isso se demanda expertise e ferramentas, porém a conversão é alta e vale o investimento.

Por Daniel Galvão*

Vivemos em dias em que a evolução tecnológica é constante e intensa. Já não é dada às pessoas o tempo de uma geração para se habituarem as mudanças. Isso altera os paradigmas de consumo e interação muito rápido e de forma violenta. É uma nova era de informação, onde a atualização na lida com o consumidor é algo além de uma preocupação, é uma questão de vida ou morte de um negócio.
Cada vez mais, estabelecer autoridade, agregar valor e informação, tem sido poderosas ferramentas para a construção da confiança do público em uma marca. Trazer conteúdo e disponibilizá-lo de forma gratuita, fomentando ideais de informação livre, é o modo de se conectar ao consumidor e o futuro da comunicação digital.
Grande parte dessa realidade se dá pelo fato de que o marketing digital está ligado ao conceito de atrair o público, faze-lo vir até você. Entretanto, ninguém procura uma marca de graça, e estimular a vontade através da propaganda já não tem sido o bastante. Hoje é preciso dar para receber, de uma forma muito mais completa e inteligente.
Não é mais uma questão de estímulo. O consumidor se tornou mais exigente, principalmente quando se trata de serviços mais complexos. Em resumo, o marketing digital, na era da informação, está intimamente ligado ao marketing de conteúdo e a produção de informação relevante. E o mais interessante dessa estratégia é que o custo dela não é tão alto, principalmente se comparada à propaganda convencional.
O marketing digital custam consideravelmente menos que as ações do marketing convencional. Se analisados os resultados, o martelo está batido, o custo benefício supera em muito diversas estratégias de fortalecimento de marca.
Além dessa ferramenta ainda há outras estratégias que podem, e devem, ser implementadas. Uma delas é a do remarketing. Ela ajuda no alinhamento da tendência do mercado e trabalha com informações que estão disponíveis a todos os usuários, os cookies de navegação. Eles já estão lá, basta saber o que fazer com essa informação.
Claro que para isso se demanda expertise e ferramentas, porém a conversão é alta e vale o investimento. O mesmo se repete com as técnicas de SEO. As menções em redes sociais exercem um forte impacto no SEO, que ajuda o posicionamento das informações que sua marca produz.
O SEO classifica e garante a qualidade da informação. Não basta produzir um conteúdo magnífico, ele deve ser organizado e bem posicionado para ser visto, deve estar acessível da melhor forma possível para seu consumidor. Essa ferramenta determina o quando você é visível o Google, e em várias outras ferramentas de busca, ou seja, ela determina se você “existe” na internet, ou não.
Outra forma de “existir” de forma intensa na internet é pelo uso das redes sociais. Elas são o verdadeiro campo de batalha do marketing, é onde o consumidor está. A maioria das pessoas possui uma ou mais redes sociais e ainda por cima a utilizam com uma frequência inacreditável.
É nelas que sua marca vai ser notada, é ali onde haverá maior interação com seu público, e isso inclui considerar sua visibilidade voltada para o mobile, pois é onde mais se utiliza essas redes.
Essas ferramentas em conjunto com um conteúdo de qualidade fazem a diferença e ajudam a entender o perfil do consumidor da sua marca. O melhor de tudo é que o uso dessas estratégias é retroalimentado com informações que te permitem refinar o processo e se direcionar cada vez mais para cada perfil de consumo da sua empresa.
Quanto mais você refina seu processo, mais a própria sociedade digital te ajuda com informações para refinar mais ainda todo o conjunto de estratégias. Isso é o que chamamos de Businesse Inteligence, e é o que ajuda na tomada de decisão que muda o viés da comunicação em marketing da sua empresa.
Estar alinhado com essas ferramentas é fundamental para sobreviver a esse processo de mudança na era da informação. Até por que ele te permite não ficar para trás e se atualizar conforme o mundo se atualiza. Buscar um profissional que entenda do assunto e possa te ajudar, pode te ajudar a tornar clara sua comunicação digital, e salvar sua empresa.
Não adianta ser bom, e nem adianta mostrar que é bom para o público errado, no momento errado ou no lugar errado. O que adianta é ser bom e saber para quem contar isso.

*Daniel Galvão é publicitário especializado em mídias digitais e fundador da Mango Digital.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG