17:36hs
Segunda Feira, 18 de Novembro de 2019

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1390
Correio do Papagaio - Edição 1393
Opinião
03/07/2014 15h42

Só faltou o odor na captação da energia...

José Luiz Ayres

Por José Luiz Ayres

Como convidado a participar do programa na TV-Transmineral à cidade de Lambari-MG , cujo assunto versava sobre turismo, estamos nós, eu e outros convidados, à anti-sala do Studio aguardando a chamada para a transmissão, quando um senhor, um dos integrantes convidados, turista visitante que fazia seu período de estação de água, solicita da produção a indicação do toalete. Mostrando o local, lá foi o cidadão em busca, nos parecia pela sudorese e palidez, do “alívio”.

O tempo passa e nos é solicitada a entrada no Studio B. Acomodados aos lugares estabelecidos pela produção, o diretor indaga pelo turista ausente, já que o programa iria ao ar em cinco minutos.  A assistente de produção o informa que o cidadão havia ido ao toalete. O apresentador que estava sendo retocado na maquiagem, preocupado, pediu que o chamasse, pois a presença do turista era de muita importância e valia, vez que seu relato discursivo já havia sido delineado de acordo com a temática evolutiva e roteiro da palestra, previamente elaborada em cima da publicidade veiculada, baseada na interatividade do programa.

É dado o sinal de silêncio, um minuto para o início e nada do turista. Trinta segundos e o apresentador se desespera... Em fim no ar. O entrevistador e apresentador, figura  proeminente e digna da emissora, usando da palavra faz a sua entrada tradicional junto aos telespectadores, a direcionar as nuances do programa e, a seguir agradece a audiência chamando os comerciais. No monitor então são projetadas as imagens publicitárias e, no Studio B o corre corre se sucede à cata do turista.

Até que finalmente ei-lo que surge, ainda pálido e trôpego a ocupar seu lugar. Só que sem se dar conta, no que pese ter no alto da porta em vermelho, a luminária acesa recomendando silêncio e no ar, ele desabafa; Pô, que água miserável é essa? Estou com uma tremenda caganeira a ponto de por as tripas p´ra fora, pois nem arrolhando o “rabo” dá para segurar a cagada...

O que acabara de dizer, foi no exato momento que o programa retornava ao ar. Claro que seu “discursivo” foi ouvido em áudio de fundo, justamente quando o respeitável apresentador dava início ao seu “talk show”.

Cortado de imediato pelo diretor, o programa só veio a retornar dois minutos depois, após o chavão tradicional: “Por falta de energia em nossos transmissores, estivemos fora do ar”...

Moral da história: Nesse caso, quem fala a verdade merece castigo, mesmo que a mentira venha prevalecer sobre a verdade proferida...

Ah... esses “Turistas Engraçados” que através de gracejos tentam se fazer como tal, sem medir as consequências de onde se encontram, são sem dúvida indiscutivelmente bastante pitorescos... Quando fora do ar e sintonia...

Sorte nossa que o “aroma” adequado ao momento não ocorreu!

 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG