04:36hs
Terça Feira, 23 de Julho de 2019

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1359
Correio do Papagaio - Edição 1365
Opinião
20/04/2016 09h38

Se comunicação é a alma do negócio, é preciso um anjo para cuidar dela

E não falo do conceito antigo, que tinha a comunicação apenas como uma estratégia cara e inviável.

Por Patrícia
Casseano*

Sim, esse é mais um artigo que falará sobre a importância da comunicação para alavancar os negócios. Antes, porém, alguns indicadores sobre empreendedorismo merecem análise para podermos entender que esse movimento cresce e carece de orientações profissionais que direcionem a empreitada para o seu “lugar ao sol”.
Ser empreendedor no Brasil nunca foi fácil. Com o país em plena recessão e os indicadores de desemprego apontando mais de 2 milhões de pessoas sem trabalho - segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) -, a saída pode ser justamente abrir uma empresa.
Na contramão do desemprego, um fato tem chamado a atenção: nunca o interesse dos jovens por empreender foi tão grande. De acordo com a pesquisa mundial do Global Entrepreneurship Monitor (GEM), edição 2013, metade dos negócios em estágio inicial no Brasil, com até 3,5 anos de existência, é tocada por pessoas entre 18 e 34 anos, que consideram o empreendedorismo uma opção de carreira.
O estudo embasa a afirmação de que o negócio próprio é o sonho de 44% dos brasileiros, seja por necessidade ou por oportunidade. Em ambas as situações, no entanto, a preparação é fundamental. Conhecer o mercado, ter um plano estratégico e saber se vai aplicar a própria renda ou buscar um investimento são alguns dos pontos vitais à empresa.
Para não ver o seu produto encalhado na prateleira ou o seu serviço sem cliente, outro fator se torna tão importante quanto os citados acima: a divulgação do negócio. Sempre defendo que a comunicação tem cadeira cativa entre os principais tópicos de atenção quando o objetivo é empreender, independentemente do porte da empresa.
Uma consultoria vai muito bem nessa hora! O atendimento com um profissional ou agência de comunicação integrada é fundamental em um mercado cada vez mais competitivo. Afinal, quem não se posiciona ou não se preocupa em ter uma identidade, não tem comunicação ativa e eficiente com o novo consumidor, que está sempre “antenado” e “plugado”. Ou seja, quem não se comunica perde mercado.
E não falo do conceito antigo, que tinha a comunicação apenas como uma estratégia cara e inviável. Estamos em plena era digital. Hoje, o fundamental é ter um plano que alinhe ações on-line e off-line de baixo custo, muita criatividade e assertividade. Ações que vão desde a criação de uma identidade visual, de uma embalagem bem-feita e de uma papelaria (se necessário for), até um e-commerce verdadeiramente funcional e, claro, a imprescindível presença ativa da marca nas Redes Sociais.
Sendo assim, não trate a comunicação como algo de menor importância em relação a qualquer outra ação. Ela é um pilar estrutural, é a alma do seu novo negócio. Portanto merece sua atenção e o direcionamento de um “anjo especialista” para que o amadorismo saia de cena e o profissionalismo colabore com o sucesso da empreitada. Pense nisso!

*Patrícia Casseano é jornalista, especialista em Estratégias de Comunicação para Construção e Solidificação de Marcas e CEO do Grupo Image, agência full em comunicação.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG