16:52hs
Sábado, 19 de Janeiro de 2019

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1265
Correio do Papagaio - Edição 1275
Regional
12/05/2016 10h17

Pouso Alto é destino ideal para amantes da natureza exuberante

Encravado entre belíssimos picos, município oferece uma estonteante paisagem, com montanhas, vales, bosques de Araucária e lindas cachoeiras

Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição - Foto: Rafael Teixeira

Pouso Alto é um pequeno município com cerca de 6.500 habitantes cuja hospitalidade e simpatia de seus moradores a transformam em um perfeito destino turístico na região. Emoldurada por picos e montanhas, Pouso Alto oferece diversas opções de turismo, desde o descanso nas terras altas, com vistas deslumbrantes, a passeios e trilhas pelas matas nativas preservadas e com diferentes possibilidades de turismo de aventura.
A natureza é exuberante: cachoeiras e rios formam piscinas perfeitas para banhos durante o clima quente do verão, como a Cachoeira do Coura, da Pedra Preta, Cachoeirão (bairro Cachoeira), Buquerê e dos Florentinos.
Na zona rural, pousadas e restaurantes rústicos oferecem opções para mergulhar no turismo rural, com delícias típicas e diversas possibilidades de passeios. Seja a cavalo, jipe, a pé ou de bicicleta, o turista pode desbravar a maravilhosa natureza que circunda o pequeno município. Pouso Alto reúne quatro parques florestais que possibilitam passeios e descoberta de uma vasta fauna e flora: Floresta Nacional de Passa Quatro (IBAMA): Parque Estadual do Papagaio: Área de Preservação Ambiental da Mantiqueira; e Parque de Itatiaia.
Na cidade personagens ilustres da história brasileira viveram e deixaram seu legado, como o escritor Ribeiro Couto, autor do famoso romance A Carne; o poeta Manuel Bandeira, vindo à procura de uma recuperação de saúde; e Ribeiro Couto, diplomata, poeta e escritor, foi durante quatro anos promotor de Pouso Alto, onde escreveu a novela A Cabocla, sucesso na TV. As ruas da cidade emanam a história da segunda mais antiga cidade de Minas Gerais e o casarão, localizado bem no centro do município, marco da estadia da Princesa Isabel que, quando percorreu a região, passando pelo trecho da Estrada Real que corta Pouso Alto, pernoitou na cidade.
Além da história, presente nas ruas e construções, o município proporciona também aos seus visitantes diversos eventos culturais: Carnaval Antecipado, um dos melhores da região; Semana Santa - apresentação Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo do Grupo Teatral São Francisco de Assis; coroação de Nossa Senhora da Conceição; feriado de Corpus Christi; Festas Juninas; Festa da Santa Casa (beneficente ao hospital da cidade) e a Festa da Padroeira. 

 Paço Municipal - Foto: Prefeitura de Pouso Alto  Matriz de Santana - Foto: Rafael Teixeira

 Pouso Alto abriga uma fauna e flora preservadas - Foto: Chawki Zaher Filho 

 Estrada Rural do Bairro Coura (Caminho da Estrada Real) - Foto: Rafael Teixeira 

 

História*

A história do município de Pouso Alto está intimamente ligada à penetração das bandeiras de sertanistas e de aventureiros que demandavam os sertões das Minas Gerais em busca de riquezas. E como quase todos os municípios mineiros, também Pouso Alto, se formou em torno de um cruzeiro, símbolo da fé cristã dos desbravadores daquele tempo.
Diz a tradição que, em 1692, os traficantes de gentio Antônio Delgado da Veiga, seu filho, João da Veiga e Manoel Garcia, paulistas de Taubaté, embrenharam-se nos sertão, recebendo de um silvícola aprisionada a confidência de que abundava o ouro nas socavas da grande serra, que se levanta ao sul de Minas Gerais, formando o limite natural entre este e os estados do Rio e de São Paulo.
Seduzidos pela perspectiva de melhor negocio do que a submissão do gentio, empreenderam aqueles homens, acompanhados de índios mansos, a arribada através das encostas e cumes da Mantiqueira, percorrendo a região onde vivia livre o indígena. Ao transporem o Vale do Paraíba, encontraram um aldeamento de índios, no qual pernoitaram, levantando depois no cimo do morro, onde pousaram, um rancho de folhas de palmeira, denominando-o Pouso Alto. E no local do antigo rancho, ergue-se hoje a Igreja Matriz, em torno da qual se estende a bela e acolhedora cidade.

*Fonte - Enciclopédia dos Municípios Brasileiros

 
 Cachoeirão Bairro Cachoeira - Foto: Rafael Teixeira   Marco da Estrada Real - Foto: Rafael Teixeira 

Pontos turísticos

Rio do Coura - Foto: Rafael Teixeira

Cachoeira no Bairro Coura - Foto: Rafael Teixeira 

Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição – localizada no centro da cidade, em um dos pontos da Estrada Real, é iluminada à noite e proporciona uma bela paisagem; a igreja matriz foi edificada em 1832; além de outras imagens, obras preciosas e arte sacra, a igreja possui uma imagem da Nossa Senhora dos Remédio, padoreira de uma igreja em Caxambu, vinda de Portugal

Escadaria da Ladeira do Jaguar (Fórum – Paço Municipal) – a edificação que hoje abriga o Paço Municipal foi construída pelo Barão de Monte Verde em 1874; em 1952 o prédio foi totalmente restaurado, pertencendo à Prefeitura Municipal, e passou a receber o Fórum, que ficou ativo durante vários anos até ser transferido para o município de São Lourenço

Trilha para o Pico do Rachada – visão privilegiada de serras e montanhas da cidade de Pouso Alto e das cidades vizinhas de São Lourenço, São Sebastião do Rio Verde, Itanhandu, Baependi, Caxambu; Com aproximadamente 2.000m de altitude. O pico está dentro da área do Parque Estadual da Serra do Papagaio; tempo de caminhada: 2:20h; nível de caminhada: pesada

Cachoeira do Coura – água em abundância, lindas quedas e um ótimo lugar para apreciar a natureza; tempo de caminhada: 30 minutos; nível de caminhada: leve

Cachoeira da Pedra Preta - três lindas cachoeiras situadas em propriedade privada (a 10km da cidade), com área de 350 hectares sendo 90% de mata nativa

Cachoeira (Bairro da Cachoeira) – água em abundância em temperatura agradável, uma piscina artificial com um espaço aberto para piquenique; localizada a 20km da cidade

Cachoeira do Buquerê - água em abundância em temperatura agradável, situada num agradável sítio de propriedade das irmãs Carvalho onde todos são recebidos com a típica hospitalidade mineira; localizada a 27km da cidade

Cachoeira dos Florentinos - cachoeira escondida pelas montanhas com piscina natural; localizada a 7km da cidade

 

 Natureza exuberante ideal para passeios durante todo ano - Foto: Chawki Zaher Filho  Santana do Capivari, distrito de Pouso Alto - Foto: Banco de Imagens da ATAM

Como chegar:

Rio de Janeiro: 257 km - acesso pela Via Dutra (até Engenheiro Passos) e BR-354

Belo Horizonte: 404 km - acesso pela Fernão Dias (até Campanha) e BR-354

São Lourenço - 21 km

 

 Cachoeira do Coura - Foto: Rafael Teixeira   Cachoeirão - Foto: Rafael Teixeira 
 Cachoeira do Chileno - Foto: Rafael Teixeira  Visual deslumbrante da Pedra Preta - Foto: Chawki Zaher Filho 
 
 Cachoeira do Preto Velho - Foto: Chawki Zaher Filho   Morro do Rachado - Foto: Rafael Teixeira

 

 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG