00:33hs
Quarta Feira, 20 de Março de 2019
São Lourenço
07/03/2019 11h08

Carnaval das Águas em São Lourenço atrai milhares de foliões

Festa foi organizada para todas as idades e gostos, com atrações diurnas e noturnas

Fotos: PMSL

 O Tradicional Carnaval das Águas foi um sucesso!

Milhares de foliões foram às ruas de São Lourenço para pular carnaval e se divertir.

No dia 1º, sexta-feira, para abrir oficialmente a festa, o público acompanhou o Bloco do Pijama, com dois trios elétricos que desfilaram pelas ruas do centro da cidade. O Bloco já é tradição no Carnaval de São Lourenço, presente há mais de 30 anos animando as pessoas. Nem a chuva atrapalhou a festa e o desfile foi um sucesso e contou com milhares de foliões.

No palco principal, que foi montado no estacionamento do Parque das Águas, houve apresentações de bandas renomadas e artistas locais, com grupos de samba e pagode, grupos de dança e DJ’s.

Outro palco foi montado no Calçadão e contou com apresentações de baterias de Escola de Samba, bandas de marchinha, grupos de dança, artistas locais, DJ’s e locutores.

Além do Bloco do Pijama, outros 20 blocos desfilaram pela Avenida Pedro II entre os dias 02 a 05 de março.

Na tarde de sábado, a animação continuou com o desfile de blocos e também com a programação infantil no Calçadão. Crianças e adultos brincaram carnaval em um clima familiar de muita descontração e alegria. Á noite o show foi com a banda Soweto.

A festa de domingo ficou por conta da Banda Estereo Bloco que animou o carnaval com muita marchinha e axé.

Na segunda-feira, dia 04, o show foi com a banda Muleka Levada.

Para as crianças houve várias recreações. O Bloco do Pijaminha aconteceu na terça-feira, às 18h e animou o público. Quem compareceu para alegrar ainda mais a festa foi a cantora de São Lourenço, Cacau Ribeiro, que esteve no The Voice Kids e brilhou no programa.

Para encerrar a noite, o grupo do Bola, além de várias outras atrações animaram os foliões.

Segundo comunicado divulgado pela Prefeitura o Carnaval das Águas de 2019 aconteceu com uma redução inédita de gastos, sem prejudicar a qualidade da festa. Isso porque, a Secretaria de Turismo repaginou o formato do evento, que contou com a participação e o investimento da iniciativa privada. Vale ressaltar que todos os procedimentos de contratação contam com respaldo jurídico e licitatório.

Em 2016 (gestão passada) o carnaval teve um custo de aproximadamente R$900 mil, em 2017 e 2018 foram gastos cerca de R$400 mil, e agora, a estimativa é de que redução diminua para um gasto total de cerca de R$200 mil.

No comunicado a Prefeitura ainda informou que o carnaval é a principal data na qual a cidade recebe um grande número de turistas, que investem seu dinheiro na cidade por quase uma semana seguida. Dessa forma, através da geração de empregos diretos e indiretos (bares, restaurantes, hotéis, ambulantes, etc) e com a consequente arrecadação de impostos, pode-se afirmar que quem ganha é a população, já que quanto maior a arrecadação, maiores são os repasses para saúde e educação. São Lourenço é uma cidade turística e necessita deste investimento, por isso, diferente de outros municípios, a festa precisou acontecer.

História do Bloco do Pijama

O Bloco do Pijama surgiu quando um grupo de amigos decidiu festar na sexta-feira antes do Carnaval. A ideia foi levada a sério. Um dos amigos, quando chamado para sair com os demais, gritou “Já estou de pijama!”. Os outros responderam “pode vir assim mesmo”.

Assim conta Lucélio Noronha, conhecido como Paulista, um dos fundadores do Bloco do Pijama. “A ideia começou como uma reunião de amigos”. No ano seguinte foi oficial: o Bloco do Pijama estava formado, saindo com uma bateria e aproximadamente 200 participantes.

No próximo ano, mais de 500 pessoas já participavam. Posteriormente, conseguiram uma Kombi elétrica que fazia de carro de som. O Bloco foi crescendo e virando tradição e, em pouco tempo, o número de participantes aumentava consideravelmente. Após seis anos de realização, conseguiram o primeiro trio elétrico. Hoje o Bloco do Pijama é utilidade pública e marca oficialmente o início do Carnaval no sul de Minas.

Olhar para trás e ver a dimensão que a “reunião de amigos” tomou é inimaginável, como conta Paulista. “Tem horas que acreditamos, mas em outros momentos não nos damos conta tamanha proporção que alcançamos. O Bloco tornou-se referência em São Lourenço agindo como um patrimônio para a cidade”.

 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG