12:09hs
Terça Feira, 12 de Novembro de 2019
São Lourenço - Notícias
31/01/2019 10h22

Mutirão Contra a Dengue em São Lourenço

Campanha ‘De olho no foco’ realizará ações no dia 02 de fevereiro, no bairro Porta do Céu

Fotos: Prefeitura

Limpezas acontecem nos bairros de São Lourenço

Por Mariana Menezes

Como uma das etapas da campanha de combate ao mosquito Aedes Aegipty, a equipe da Secretaria de Saúde realizará mais um mutirão, dessa vez no bairro Porta do Céu. A ação será neste sábado, 02 de fevereiro a partir das 7h30.

A equipe passará pelas ruas Barão do Rio Branco, Cassimiro de Abreu, Ludgero Fernandes Oliveira, Batista Luzardo, Dona Zilfa, Ledo, Rosalbo Bortoni, Prof. Noêmia Goulart, recolhendo os materiais descartados.

Os moradores devem colocar os materiais na calçada, no dia anterior, para que sejam recolhidos. Vale lembrar que estes materiais não são lixos comuns ou entulhos de obras, mas sim aqueles materiais que podem se tornar foco do mosquito e que a coleta não recolhe no dia a dia, como por exemplo, pneus, baldes, garrafas, pedaços de móveis velhos, etc.

As atividades em prol desta campanha estão sendo realizadas também com as visitas dos Agentes nas casas e a fiscalização de lotes e terrenos.

Essa atividade já vem sendo realizada há anos. No ano passado, muito material foi recolhido como forma de prevenção.

Em 2017, foram recolhidas cerca de 18 toneladas de materiais que poderiam se tornar foco do mosquito, através dos mutirões realizados e que terão continuidade este ano.

Dados divulgados na última segunda-feira, dia 28, pelo Ministério da Saúde, mostraram que, após dois anos em queda, casos de dengue voltaram a crescer no país em 2018.

Houve um aumento de 11% nos casos prováveis da doença, Até 3 de dezembro, foram notificados 241 664 casos de dengue em todo o país, um pequeno aumento em relação ao mesmo período de 2017 (232 372). São 115,9 casos a cada 100 mil habitantes.

A boa notícia é que menos brasileiros morreram dessa infecção em 2018. Foram 142 óbitos, ante 176 no ano passado.

Em Minas Gerais, de acordo com a Secretaria de Saúde, foram registradas três mortes por suspeita de dengue em 2019. No mesmo estudo mostrou que houve 1.571 casos prováveis – confirmados e suspeitos – da doença.

Em relação à Chikungunya, Minas teve 17 casos prováveis da doença, e duas mortes estão sob investigação.

Já no caso de Zica, foram registrados seis casos prováveis da doença neste ano também na mesma data.

Em 2018 Minas Gerais registrou quase 28 mil casos prováveis de dengue em 2018, de acordo com a SES. No mesmo ano, o número de mortes no estado pela doença chegou a oito, 11 a menos que o registrado em 2017.

As mortes foram nos municípios de Araújos, Arcos, Conceição do Pará, Moema e Lagoa da Prata, no Centro-Oeste; Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte; Ituiutaba, no Alto Paranaíba, e Uberaba, no Triângulo Mineiro. Outros 12 óbitos estavam sendo investigados.

 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG