22:16hs
Domigo, 19 de Novembro de 2017
São Lourenço - Notícias
04/11/2017 14h43

Nossa Gente, Nosso Orgulho

Por Teresinha Maria Silveira Villela

 

MIGUEL ARCHANJO GORGULHO


A 22 de fevereiro de 1916 em Pintos de Negreiros, Distrito de Maria da Fé nasceu Miguel Archanjo Gorgulho, o sétimo filho do fazendeiro João Capistrano Gorgulho e Maria Imaculada Negreiros Gorgulho. Passou sua infância ao lado dos irmãos José Faustino, Antônio Érico, Maria do Carmo, Maria da Glória, Rafael Archanjo, Maria Catarina, Maria de Jesus e Maria.

Percebendo a dificuldade em que as crianças da região encontravam para estudar, D. Imaculada passou a reuni-las em sua casa e alfabetiza-las. Foi o primeiro passo para a criação de uma escola cujos méritos de fundação foram dela. Miguel, entre estas crianças, teve sua mãe como sua primeira mestra.
Em 1928 foi para o Seminário Padre Antonio Maria Claret, em São Paulo, porém, com a saúde abalada voltou para casa, curou-se, mas não mais regressou a São Paulo.
Em 1929 matriculou-se no Colégio Marista Sagrado Coração de Jesus em Varginha. No ano seguinte volta para a fazenda. Assumiu todo o trabalho do retiro e torna-se também tropeiro.
Em 1936 uma grave enfermidade acomete o Sr. João Capistrano. Pai dedicado e sempre presente pede-lhe que cuide das irmãs Zuzu e Maria e que não se case antes de vê-las formadas; então depois de resolver todos os problemas da fazenda, muda-se para São Lourenço. Queria trabalhar e ajudar na educação das irmãs por isso matriculou-as na Escola Normal Santa Úrsula.
Empregou-se como vendedor no Armazém Avenida de Laurentino Marques da Silva e Henrique Cafasso.
Miguel foi criado dentro dos preceitos do Cristianismo e era católico praticante. Em 1939 tornou-se sacristão na Igreja Matriz e servente de pedreiro na construção da mesma.
Em 1940 trabalhou na casa Candal de Antonio e Júlio Candal.
Participou de atividades de apoio ao Esporte Clube São Lourenço. Com outros companheiros fundou o Vasco da Gama de São Lourenço. O campo deste time situava-se onde é hoje o Parque das Águas. Um dos principais jogadores era Dondinho, pai de Pelé.
Participou com o Dr. Ural Prazeres da fundação do Aeroclube de São Lourenço, ocasião que conheceu Amélia, filha de Victor Flori e Ana Maria Forastieri.
Em 1942 foi um ano muito importante em sua vida: conseguiu montar seu próprio negócio, um pequeno armazém, tendo como sócio Joaquim Pereira Maduro.
Em 1943 Maria e Zuzu receberam os diplomas de professoras.
A 31 de março de 1945, Miguel e Amélia casaram-se.
Miguel Arcanjo Gorgulho é um homem empreendedor: prova disso foi ter voltado à vida rural logo após o seu casamento. Arrendou a Fazenda do Aterrado e vendeu sua parte no armazém a Geraldo Gorgulho.
A 31 de dezembro de 1946 nasce em São Lourenço seu primeiro filho, José Silvestre. E outros vão enchendo o seu lar de alegria: Miguel, João Victor, Maria Imaculada e Luiz Antônio.
Em 1954 comprou as terras que pertenceram a seus pais em Pintos de Negreiros. Dois anos depois iniciou sua vida política concorrendo pelo PSD ás eleições em Maria da Fé elegendo-se Vereador.
Miguel Arcanjo Gorgulho sempre procurou incentivar a cultura. Em Pintos de Negreiros, ao lado de seus irmãos Rafael e Gabriel e com a cumplicidade de D. Júlia Kubitscheck, conseguiu que o Estado de Minas Gerais doasse ao Município o Grupo Escolar São José. A Escola ainda hoje é um orgulho da cidade.
Em 1963 foi um ano de grande mudança na vida de Miguel Arcanjo Gorgulho e do comércio de São Lourenço. João Flori, José Carbone Filho e José Ildefonso Fernandes e Miguel Gorgulho compram a Casa Dutra, que marcou época no comércio da cidade. Dez anos depois este quatro homens, embora grandes amigos tomam rumo diferentes.
Em 1973 Miguel Gorgulho passa a ter como sócios: José Carlos Bernardes e Vitor Fleury Curado, seus sobrinhos e surge a Organização Gorgulho, loja que orgulha o comércio de São Lourenço.
Miguel Arcanjo Gorgulho foi presidente da FAP (Federação Associativa Paroquial) por três anos. Sempre participou das obras assistenciais de São Lourenço como: Casa de Maria, Asilo São Vicente de Paula, Escolas e outros. Quando da fundação da Casa dos Meninos deu-lhes abrigo em casa de sua propriedade à Rua Batista Luzardo durante cinco anos.
Em 1989 a Casa dos Meninos transferiu-se para a sede própria no Bairro da Estação e Miguel Gorgulho muito contribuiu para que este estabelecimento de ensino fosse realidade.
Seu nome sempre será ligado à Fundação da Faculdade Santa Marta, pois graças a seu apoio os dois primeiros anos do Curso Superior de Administração funcionaram graciosamente nas salas do segundo andar do prédio da R. Dr. Olavo Gomes Pinto, nº. 61 de sua propriedade.
A 21 de abril de 1997, das mãos do Governador Eduardo Azeredo recebeu em Ouro Preto a mais alta Comenda do Estado de Minas Gerais a “Medalha da Inconfidência”, tendo como patrono o Ministro da Fazenda Embaixador Pedro Malan.
O Movimento Viva São Lourenço Viva, importante ONG, fundada por idealistas de São Lourenço, recebeu seu apoio e cooperação, pois funciona sem nenhum ônus em sala de sua propriedade.
São suas estas palavras: “... Sou feliz ao lado de minha família, recebendo os amigos, no sossego do meu lar, mas estou pronto para encarar qualquer missão e qualquer desafio pelo progresso de São Lourenço, por melhor qualidade de vida do povo de minha cidade... O Brasil merece um novo século menos violento, mais justo e mais cristão”.
Miguel Arcanjo Gorgulho faleceu aos 94 anos, em 30 de Dezembro de 2010.

SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG