21:54hs
Sexta Feira, 20 de Setembro de 2019
São Lourenço - Notícias
05/05/2018 10h07

Tem início a terraplanagem para construção da Clínica Esperança da APAE de São Lourenço

A clínica vai proporcionar uma estrutura adequada para assistência à saúde da Pessoa com Deficiência

                                           Máquina inicia o trabalho de terraplanagem                               

Por Jorge Marques

A APAE de São Lourenço iniciou a terraplanagem para começar as obras do mais ousado projeto da instituição nos 61 anos de sua existência. Trata-se da Clínica Esperança, que fará o atendimento das Pessoas com Deficiência (PCD). Atualmente, em São Lourenço é a APAE a responsável pelos serviços de habilitação e reabilitação da PCD intelectual e múltipla.

O terreno onde será construído o novo equipamento de saúde fica em frente a sede da instituição, no bairro São Lourenço Velho. A clínica vai atuar em oito grandes áreas, que já são as áreas de assistência prestada pela APAE no setor da saúde: pediatria, odontologia, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, nutrição e enfermagem.

Além da saúde, a assistência prestada aos 250 usuários se estende para educação e assistência social. Com a nova estrutura, a instituição vai poder ampliar a oferta de serviços, inclusive para os outros 22 municípios pertencentes a microrregião de saúde de São Lourenço.

“Temos uma grande procura pelos serviços ofertados nesta instituição. Nossa estrutura atual é pequena e já não se apresenta com a perspectiva de agregar qualidade plena aos atendimentos considerando inclusive a expertise de nossa equipe e os protocolos a serem desenvolvidos. Temos uma grande procura dos municípios da microrregião de São Lourenço. Com a nova clínica poderemos articular parcerias ou até mesmo com a ampliação de recursos através do Ministério da Saúde para atendimento de nossos usuários e de toda a região de saúde” disse Eduardo Gonçalves, presidente voluntário da APAE.

                                                             

                                                               projeto da clínica

Projeto e assistência à saúde

O projeto em execução da Clínica Esperança tem planejado três andares distribuídos em 800 metros quadrados. Está orçado em R$ 1,5 milhão e com previsão de conclusão em 2019. Atualmente a área clínica conta 23 profissionais que realizaram mais de 30.900 procedimentos em 2017. Na nova unidade de saúde serão utilizados os equipamentos já adquiridos recentemente pela instituição.

“Em 2016 apresentamos à nossa diretoria um grande projeto de construção da Clínica Esperança da APAE de São Lourenço. Por não sermos uma instituição pública, temos que ter fé, coragem, determinação, perseverança, seriedade, otimismo para angariar recursos para construção da unidade”, disse Eduardo Gonçalves.

“Estamos dando mais um passo para um novo ciclo. Mesmos com os desafios e dificuldades enfrentados pela associação, vamos ofertar serviços de excelência para a habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência intelectual e múltipla em nossa cidade”, complementou o presidente.

Recursos para construção

Para conseguir construir a Clínica Esperança, a APAE de São Lourenço depende da doação de dinheiro da sociedade civil. Os recursos públicos que recebe só podem ser utilizados para custeio dos serviços de Assistência Social, Educação e Saúde.

Uma maneira de sensibilizar a população para construção do novo equipamento de saúde foi a campanha João de Barro, lançada em 2017. Essa campanha tem por objetivo fazer com que as pessoas comprem um tijolinho simbólico. A doação pode ser feita por pessoas físicas e jurídicas. Não há dedução no imposto de renda.

“Com uma contribuição de R$ 50,00 ao mês, por apenas 10 meses, a pessoa pode adquirir um tijolinho da nossa Clínica Esperança. Essa aquisição simbólica vai nos ajudar a construir esse espaço, cheio de estrutura, tecnologia, novos tratamentos e condições especiais que tanto necessitam nossos assistidos. Você escreve seu nome nessa história e ainda ganha uma linda camiseta”, explicou o presidente.

“Até o momento, tivemos cerca de 50 adesões, sendo estas nas mais variadas fases de pagamento, como pagamento integral e as parcelas já realizadas, o que resulta neste momento em R$ 7.300,00 arrecadados. Fazemos a prestação de contas ordinariamente em nosso site e página do Facebook”, disse Eduardo Gonçalves.

Outra forma de arrecadar fundos para a construção, no ano passado, a APAE fez uma parceria com a prefeitura para assumir a organização e gestão da Festa de Agosto. Este ano, a parceria já foi firmada novamente e está dependendo da aprovação da Câmara Municipal.

De acordo com presidente voluntário da APAE, ainda não há negociações e calendários de artistas. Também não há expectativa de arrecadação com a festa, que, caso aprovada, será nos mesmos moldes da festa do ano passado.

“O valor líquido arrecado em 2017 foi de R$ 58.888,55. Conduzimos este processo com muita cautela, transparência e na certeza de que tínhamos ao nosso lado uma grande equipe e parceiros prontos à caminhar conosco. O valor arrecadado foi fundamental, ainda que insuficiente para início imediato do projeto, para que nos impulsionasse a acreditar que a nossa necessidade depende ainda da união de esforços e de uma diretoria capaz de apoiar eventos desta magnitude, contando com a seriedade de nossa instituição, capacidade operacional e governança, somando aos nossos diversos esforços desde o início da campanha”, disse o presidente.

 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG