02:53hs
Segunda Feira, 20 de Setembro de 2021
São Lourenço
28/05/2021 19h06

Protagonistas da Cultura

Protagonistas da cultura de São Lourenço são premiados em Editais do Estado

A empresa Minas Colosso Turismo e Produção Cultural, com sede em São Lourenço, desde 2009, trabalhou na realização dos cadastros, montagens e inscrições de projetos para diversas pessoas protagonistas da cultura na cidade, junto ao Primeiro Edital voltado para o auxílio emergencial publicado pelo Fundo Estadual de Cultura – FEC – da Secretaria de Turismo e Cultura de Minas Gerais.

O Edital “ARTE SALVA” foi uma ação programada para o apoio e fomento da cadeia produtiva da cultura, uma vez que este setor, também sofreu e sofre com os nocivos efeitos econômicos da pandemia.

Dentre os projetos municipais, foram contempladas as seguintes pessoas:

Alexander Ivan de Almeida Oliveira, advogado, Consultor do Patrimônio Cultural, artista plástico e fotógrafo. Seu projeto premiado foi “O parto territorial das nossas celebrações”, que convidou as comunidades mineiras a ressignificar os sons, quitandas, expressões artísticas, folclóricas e identitárias dentro dos contextos das celebrações que permeiam a vida cultural dos nossos territórios.

Flora Maria Mello Gonçalves, curadora da nossa cultura, idealizadora do Centro Cultural Caminho do Artesanato, detentora do Patrimônio “Coletivos de Artesanato” da nossa cidade, artesã e Conselheira Municipal do Patrimônio Cultural, foi contemplada com o projeto “Uma portadora da voz, das mãos, do gesto do artesão”.  Flora, traz em seu blog um resgate da história da nossa cidade envolvida na arte do artesanato e nas delicadezas que transformam a matéria bruta em um objeto portador da nossa identidade e referência cultural. No Edital da LAB (Lei Aldir Blanc), outros artesãos, importantes protagonistas de algo que temos de tão rico e identitário em nossa cidade, também foram contemplados, entre eles citamos:

Maria Eugênia Miguel Silva – Turinha, presidente da FEIRART e detentora deste Patrimônio na nossa cidade.

Gilsea Pereira Gonzaga, presidente da Sociedade Musical Antônio de Lorenzo – Patrimônio Imaterial de São Lourenço, Musicista e Conselheira do Patrimônio, foi contemplada com o projeto “Instrumentos – Vida e Educação Musical”, onde abordou os cuidados necessários para a vida útil dos instrumentos musicais, despertando a consciência dos alunos e musicistas para o zelo pelo bem público.

Jeferson Carvalho Jorge, mestre de capoeira, empresário da cultura e Instrutor da Abadá Capoeira, além de profissional que desenvolve a cultura da capoeira também pela secretaria de ação social dos municípios Sul mineiros. “Jibóia”, como é chamado o mestre, foi contemplado com o Projeto “Capoeira – Arte que educa”, trazendo a reflexão da importância desta arte, dança e luta no contexto da educação e cultura.

Luciana Maciel, presidente da Bangalô Capoeira, Instituição sem fins lucrativos da nossa cidade, também foi premiada com o seu projeto no Edital. José Henrique Martins, Mestre da Cultura Popular Brasileira, Maestro e detentor do Patrimônio dos Coletivos de Canto Coral – Coral Bach e Coral Vozes da Cela. “Dom Zeca”, como é carinhosamente conhecido, foi aprovado com o projeto “Faz escuro, mas Minas Canta”, onde aborda a importância do canto coral na vida social e cultural de Minas Gerais.

José Henrique Martins também foi contemplado no Edital de Festivais da LAB, com o projeto – Primeiro Festival de Corais da música Sacra do Barroco Mineiro, que acontecerá de 11 a 13 de Junho de 2021, exclusivamente pelo canal digital oficial do evento no YouTube. Para acompanhar o evento basta seguir o idealizador nas suas redes sociais. Para mais informações ligue para o nº (35) 98816-8613 ou envie um e-mail para fbarrocomineiro@gmail.com.  

E mais outros ainda, como Leandro Cândido de Carvalho, artista plástico. Foi ele quem fez a Escultura que deu materialidade ao marco da Peregrinação de Nhá Chica como Patrimônio Imaterial, instalada na Praça João Lage, também patrimônio Tombado na nossa cidade.  Leandro foi aprovado com o Projeto “Povo Mineiro, um povo de fé e arte”, onde desenvolve as narrativas que contemplam a fé como matéria prima de grande parte da nossa linguagem artística e cultural. O Artista Leandro Cândido também teve aprovação no Edital da LAB com seu projeto: “A Arte e a sua importância na preservação da manifestação popular e seus patrimônios”, com uma palestra e nove aulas sobre técnicas de esculturas. Disponível no canal do artista no Youtube.

Maria Lucia Silva Alves Netto, sócia da Minas Colosso Turismo e Produção Cultural, Advogada, Terapeuta Ayurvédica e Escritora do Grupo Literário Fonte das Letras de São Lourenço. Pós graduada em Gastronomia contemporânea, teve seu projeto na linha de cultura alimentar e gastronomia - “Receitas Afetivas – São Lourenço e vizinhas”, que culminará na publicação de uma revista com quinze receitas afetivas enviadas pelos moradores de São Lourenço e cidades vizinhas, no final de junho deste ano. Empreendedora da cultura, também teve seu projeto de bolsa aprovado pela LAB, dentro de uma percepção onde nossos atores culturais possuem dificuldade de comprovações oficiais na estruturação de seus portifólios para o pleito em editais. Partindo dessa realidade local, a proposta é que se dê parcerias e visibilidade junto aos nossos meios de comunicação sediados em São Lourenço e cidades vizinhas – jornais impressos, jornais digitais, canais como blogs, redes sociais institucionais entre outros.

Nilson José da Silva, um dos detentores do Patrimônio Imaterial – Companhias de Folias de Reis, carinhosamente chamado de “Baiano”, foi contemplado com o Projeto “Contos de um Marungo”, onde no cenário do nosso santuário – Parque das Águas de São Lourenço – Patrimônio Estadual de Minas Gerais, gravou uma pequena apresentação expondo a cultura e a fé que envolvem essa manifestação cultural de Minas Gerais.  Baiano também foi contemplado no Edital da LAB, juntamente com o Sr José Paulino Gonçalves – também detentor do patrimônio, companhias de Folias de Reis da nossa cidade. Paula Alves Netto, professora na Escola Estadual Professor Túlio Bento – São Lourenço e na Escola Padre Francisco de Freitas Carvalho – em São Sebastião do Rio Verde, Consultora do Patrimônio Cultural e histórico, escritora integrante do Grupo Literário Fonte das Letras – São Lourenço e da Academia Caxambuense de Letras, artista e sócia proprietária da Minas Colosso Turismo e Produção Cultural. Foi Diretora de Cultura do município de São Lourenço entre os anos de 2017 e 2020, turismóloga, com graduação em artes e em história, é especialista em Patrimônio Cultural e Museografia e em Literatura, Cultura e Ensino das Artes. Teve seu projeto educacional “PATRIARTE em tempos de Pandemia” – Edital Arte Salva, onde narra sobre a importância da arte ligada ao Patrimônio cultural no ambiente de educação formal e não formal. Pela LAB, teve sua pesquisa “A linguagem artística do artesanato: artesanato como peça autoral, com conceito, simbolismo e materiais culturais”, premiada e também foi contemplada no Edital de Publicação, com a obra “Quarenta e cinco tons de notícias – O Homem recriou a arte em sete dias”, já disponível. A obra contou com uma equipe toda da nossa região: gráfica Novo Mundo; Projeto Gráfico e Diagramação: Lucas Muniz; Revisão: Maria Lúcia Cunha Carneiro e Alexander Ivan de Almeida Oliveira; Poeta: Raphael Maia Alves Netto; Arte da Capa e Fotógrafo: Alexander Ivan de Almeida Oliveira e Editora: Minas Colosso.

Ainda no Edital “ARTE SALVA”, o Maestro e mestre da cultura popular Gustavo Pereira Costa, idealizador e detentor do Patrimônio “Orquestra de Violeiros de São Lourenço” e a professora, técnica em alimentos e empreendedora culinarista da Arte do Mell, Raquel Luiza Oliveira, também foram contemplados.

São Lourenço conta com um potencial artístico e cultural incrível. Os curadores da nossa história, as pessoas que mantém viva nossas expressões culturais, os detentores dos nossos patrimônios, nossos artistas e todas as pessoas e empresas que dialogam com a cultura local, tornam esse pedacinho do paraíso em que vivemos um lugar ainda mais belo e legítimo de se viver e participar.

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008 | (35) 99965-4038
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG