22:03hs
Sábado, 04 de Julho de 2020

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1447
Correio do Papagaio - Edição 1453
Sindijori
16/03/2020 10h52

COLUNA MG - Rede de Notícias do Sindijori MG 14.03.2020

Etapa do Samu/Leste concluída

Etapa do Samu/Leste concluída

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais e o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência do Leste de Minas (Consurge) chegam à fase final da primeira etapa de implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Regional Leste / Vale do Aço. A iniciativa irá beneficiar cerca de 1.500.000 milhão de usuários de 86 municípios, cobrindo 100% das oito microrregiões da área de abrangência das Regionais de Governador Valadares e Coronel Fabriciano. Para a viabilização do Programa, o Governo de Minas repassou um montante de R$ 5.046.602,23 dos quais está pendente a quantia de R$ 432.000,00 para finalização do convênio de implantação (Diário de Caratinga)

Casos de desaparecidos reduzem

Em Minas Gerais, a cada 60 minutos, pelo menos um caso de desaparecimento de pessoas é registrado, conforme dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Apesar desse número preocupante, em Araguari houve uma queda considerável de casos dessa natureza de 2018 para cá, conforme apurado pela Gazeta do Triângulo. Alguns extravios foram comunicados aos policiais, mas as vítimas acabaram encontradas. Segundo a Sejusp, a maioria dos desaparecidos tem entre 0 e 18 anos e é do gênero masculino. Em muitos casos, adolescentes desaparecem por vontade própria, "em razão da rebeldia inerente à própria idade". (Gazeta de Araguari)

Araxá registra recorde de índice pluviométrico

Os meses de janeiro e fevereiro foram de muitas chuvas em Araxá. A cidade registrou um verdadeiro recorde no índice pluviométrico neste começo de 2020 com um total acumulado de 763 milímetros de chuvas apenas nos dois primeiros meses do ano. Os dados são da Estação Climatológica de Araxá que é mantida pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural. O encarregado da Estação, Veríssimo Gomes de Melo, afirma que no mês de janeiro choveu em Araxá 295 milímetros o que representa cerca de 50% acima da média do mês. (Diário de Araxá)

Fumacê encerra atividades

O UBV pesado (fumacê) encerrou as atividades em Uberaba nesta quinta-feira, 12, devido à falta de insumos. O serviço, incluindo caminhonetes e inseticidas, é fornecido pelo Estado para municípios com alta infestação de mosquito, conforme Nota Técnica. Em Uberaba, a atividade iniciou no dia 10 de fevereiro e abrangeu 27 bairros. No entanto, as ações não param por completo no Município. O Mutirão de Limpeza da Prefeitura de Uberaba, realizado por meio da Secretaria Municipal de Saúde, segue pelos bairros da cidade. (Jornal de Uberaba)

Bicicletas reforçam patrulhamento

A partir de agora, o trânsito na área central de Poços de Caldas vai ser monitorado também, por agentes de bicicletas. As quatro bicicletas e capacetes foram doados para a Prefeitura em parceria. O secretário de Defesa Social, Rafael Conde, disse que a proposta do bike patrulhamento veio dos próprios agentes. "Foi justamente quando a secretaria de Defesa Social precisou de alternativas para reduzir custos. O mérito é mesmo dos agentes que deram a ideia. Faremos um patrulhamento mais eficaz, mais efetivo, e conseguiremos reduzir custos", reforçou Rafael. (Jornal da Cidade - Poços de Caldas)

Fundação lança quarto livro

O Museu Municipal de Varginha recebe na próxima terça-feira, 17, às 19h, o lançamento do livro "Varginha - MG na República Oligárquica - Atas da Câmara Municipal 1915-1916", do historiador José Roberto Sales. O lançamento é aberto ao público e vai contar com um bate-papo com o escritor, que vai contar detalhes do período retratado pela publicação. Este é o quarto livro da Coleção Atas da Câmara Municipal publicado pela Fundação Cultural de Varginha. (Correio do Sul- Varginha)

Manhuaçu tem investimento em flores

O município de Manhuaçu é conhecido pela produção de café, porém um grupo de mulheres resolveu cultivar algo diferente e há cerca de 15 anos foi fundada a Associação dos Produtores de Plantas Ornamentais e Exóticas (Appoex). "Na região de Manhuaçu não era comum a comercialização das flores tropicais. Começamos do zero", recorda Cornélia Batista, presidente da Appoex. Ela conta que no início, os maridos da integrantes da associação liberavam um espaço e elas faziam o plantio perto da lavoura de café. "Mas hoje temos o lugar certo de plantar, temos os agrônomos para orientar na adubação e ajudar também na análise de solo", disse Cornélia Batista. (Diário de Manhuaçu)

 

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: online@correiodopapagaio.com.br
R. Ledo, 250 - Centro - São Lourenço - MG