16:43hs
Terça Feira, 05 de Julho de 2022

Leia nossas últimas edições

Leia agora o Correio do Papagaio - Edição 1653
Turismo
29/03/2022 15h40

Turismo religioso e as tradições da Semana Santa para 2022

Semana Santa, a importância da tradição para a identidade de um povo.

 

   Historicamente, os católicos sempre vivenciaram a rica tradição da Semana Santa, justamente devido ao seu caráter meditativo em que se recorda a morte e a Ressurreição de Jesus Cristo.

   A Semana Santa em Minas Gerais é famosa não só no Brasil, mas no mundo. As cidades históricas, as igrejas barrocas, a religiosidade presente na cultura e no povo favorecem uma das maiores celebrações do ano, o que promove o crescimento do turismo religioso e a vivência da fé católica com mais devoção para os praticantes.

No Domingo de Ramos, o inicio desta semana maior, os fieis se reúnem para celebrar a tradicional procissão com ramos de palmeira. Essas populosas procissões representam a enorme multidão que aclamou Jesus em Jerusalém, mas que, na sexta-feira seguinte, estava pedindo a crucificação do mesmo Cristo.

 Na segunda-feira da semana santa, ocorre o tradicional sermão da prisão de Jesus acontece antecedido da Procissão do Depósito onde a imagem do cristo é translada com os braços amarrados. A procissão do Depósito recorda a traição de Judas Iscariotes quando ele, através de um beijo, entregou Jesus aos soldados.

 Na terça-feira, os fieis, participando ativamente dos acontecimentos da vida de Jesus, vivenciam o tradicional Sermão e Procissão do Encontro com a imagem de Maria e de jesus com uma cruz nos ombros. A mãe consola o Filho e o Filho consola a mãe, mesmo em meio aos gritos, zombarias e julgamentos que se recorda através da escritura.

 Ainda em algumas cidades mineiras, o Ofício das Trevas é celebrado, sendo ele uma reflexão sobre a Paixão de Cristo.

Na Quarta-feira da semana santa, os fieis celebram, então, com a intensidade de sua fé, a Procissão e Sermão das sete dores da Virgem Maria, recordando o sofrimento de uma mãe ao ver seu filho ser crucificado.

Já na quinta-feira santa, os fieis celebram a Missa da última ceia do Senhor, em que Jesus  lava os pés dos discípulos. O rito do lava-pés consiste na recriação do momento em que Jesus, na última ceia, lava os pés dos apóstolos, simbolizando a simplicidade e partilha.

 Na sexta-feira santa, ou sexta-feira da Paixão, culmina o dia mais fúnebre da liturgia da religião católica. Os fieis celebram a Paixão de Jesus Cristo e sua morte na cruz.

As paróquias mineiras realizam, então, a grande Procissão do Enterro, que consiste numa penitente caminhada pelas principais ruas das cidades com a imagem do Senhor Morto. Em muitos lugares, realiza-se ainda o Sermão do descimento da cruz com a meditação da morte de Cristo.

No sábado, os fiéis celebram o famoso "sábado de Aleluia", que consiste no final da quaresma e inicio das alegrias da pascoa.

O Domingo de Páscoa encerra a Semana Santa, com a celebração da ressurreição de Jesus. Em muitas paróquias, faz-se ainda procissões luminosas e festivas com a imagem do Senhor ressuscitado. A vivência da fé cristã católica na Semana Santa vislumbra a devoção do povo mineiro, a religiosidade e a cultura do estado sudestino, e isso permite que a tradição deste povo e as raízes históricas sejam mantidas por gerações, mantendo uma identidade que enriquece o turismo e cria atrativos que sensibiliza a vivencia tradicional de um rito antigo.

Por Gyan Morais Silveira

FOTO: PASTORAL DA COMUNICAÇÃO/ PARÓQUIA SÃO LOURENÇO MÁRTIR

PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone: (35) 99965-4038
E-mail: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG