02:57hs
Sábado, 16 de Outubro de 2021

Leia nossas últimas edições

Correio do Papagaio - Edição 1581
Correio do Papagaio - Edição 1577
Variedades
27/09/2021 15h50

'Chico & Caetano': 10 motivos para assistir ao programa no Globoplay

Desde o dia 15 de setembro a plataforma de streaming Globoplay disponibiliza em seu catálogo os 9 episódios do programa Chico & Caetano, exibido pela TV Globo entre abril e dezembro de 1986.

Criado por Daniel Filho e dirigido por Roberto Talma, o musical tinha Chico Buarque e Caetano Veloso como anfitriões e revivia a parceria que eles fizeram em show e disco em 1972. O roteiro, conduzido por Nelson Motta, com colaborações de nomes como Maria Carmem Barbosa, Luis Carlos Maciel, Talma e dos próprios apresentadores, costurava canções do repertório de Chico e Caetano com números apresentados por convidados.

Pelo programa, passaram nomes como Tom Jobim, Gal Costa, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Elizeth Cardoso, Baden Powell, Milton Nascimento, Rita Lee, Paulinho da Viola, João Bosco, Ney Matogrosso, Elza Soares, Marina Lima, Beth Carvalho, Elba Ramalho, João Donato, Grupo Fundo de Quintal, Pena Branca & Xavantinho, Cazuza, Renato Russo, RPM, Os Paralamas do Sucesso, Evandro Mesquita, Mercedes Sosa, Pablo Milanés, Astor Piazzolla, entre outras.

Ora juntos, ora separados, Chico e Caetano cantavam canções como Soy Loco Por Ti América, Cotidiano, Vaca Profana, Brejo da Cruz, Esse Cara e Bancarrotas Blues. Na plateia do Teatro Fênix, onde as atrações da Globo eram gravadas antigamente, anônimos se misturavam a famosos como Dias Gomes, Betty Faria, Sônia Braga, Hugo Carvana, Marieta Severo, Bruna Lombardi, Lulu Santos, Regina Casé, Renata Sorrah e Malu Mader.

Conforme informa os créditos finais do programa, o áudio das apresentações era captado pela gravadora Som Livre, pertencente à Globo, em 24 canais, o que garantia uma boa qualidade de áudio à época e que possibilitou o lançamento de um LP com os melhores momentos das apresentações - posteriormente lançado em CD, em 1997.

Entre as 11 faixas do disco, uma era inédita. Não foi ao ar pelo programa por imposição da censura federal vigente na época. Trata-se de Merda (Boa sorte!, no jargão teatral), composta por Caetano e gravada para o primeiro episódio do programa. A letra fala em maconha e pó (cocaína) e junta Caetano, Chico, Rita Lee e Luiz Caldas nos vocais. A edição do programa deixa claro que o encontro que havia acontecido no palco fora cortado - exibe apenas o último acorde da canção.

Em Chico & Caetano a música era uma festa.

O Estadão listou 10 bons motivos para você assistir (ou rever) a Chico & Caetano:

Chico intérprete - Chico Buarque nunca quis ser propriamente um cantor. Embora tenha gravado um disco de intérprete em 1974, ele sempre se garantiu mesmo cantando suas próprias composições. Tímido, ele se mostra vacilante em canções de Caetano como Você Não Entende Nada (episódio 1) e O Quereres (episódio 4).

A desenvoltura de Caetano - Ao contrário de Chico, Caetano parecia sempre muito à vontade para apresentar, danças ou aparecer usando batom no programa. Em muitas vezes ele pede que Chico fale alguma coisa. "Os críticos dizem que preciso ser mais relaxado nos shows", diz Chico, em um dos programas.

O dueto de Maria Bethânia e Rita Lee - Juntas, no primeiro programa, elas cantam Baila Comigo, composição de Rita e Roberto de Carvalho. Em determinado momento, deitam no palco antes de entoar o refrão da música. No fim, Rita, sempre irreverente, pega no bumbum de Bethânia.

A ausência de Tim Maia - O cantor e compositor fora convidado para participar do episódio 5, porém não compareceu no dia da gravação. O que foi exibido foi o ensaio que o cantor fez um dia antes no qual canta músicas como Vale Tudo, Me Dê Motivo e Do Leme ao Pontal. Nele, Tim reclama do som do teatro. "Vão botar a culpa em mim dizendo que eu só reclamo", diz.

A presença de Tom Jobim - O maestro é um dos grandes convidados do segundo programa. Nas cenas do ensaio, Tom, de crachá da Globo, aparece acertando o som e Caetano aprende a cantar Águas de Março. Acompanhado de sua banda, ele faz dueto com Caetano em Coração Vagabundo e com Chico em Eu Te Amo, composição de ambos.

O encontro de Elizeth Cardoso e Baden Powell - Os dois estão no episódio 7 representando a velha guarda da música brasileira. Caetano apresenta Baden como "um dos nomes mais importantes da moderna música brasileira". Acompanhada por Baden, Elizeth canta Refém da Solidão e Apelo.

Luiz Caldas e o embrião do axé music - No primeiro programa, Luiz Caldas se apresenta com a banda Acordes Verdes. A canção Visão do Ciclope, que tem Carlinhos Brown entre seus compositores, misturava reggae com samba. Anos mais tarde, o ritmo sairia das ruas do carnaval baiano e viraria sucesso nacional.

Destaque para a música latina - Chico & Caetano trouxe ao Brasil nomes como os argentinos Mercedes Sosa e Astor Piazzolla e os cubanos Pablo Milanés e Silvio Rodríguez. Destaque para a emocionante apresentação de Sosa cantando Un Son Para Portinari, balançando um lenço azul. Já Piazzolla com bandoneón ocupa incríveis 10 minutos do programa com música instrumental, algo impensável para a TV atualmente. No final, é aplaudido de pé após executar Adios Nonino, um clássico de seu repertório.

Os músicos brasileiros - Acompanhando Chico, Caetano (na época atuava com a Banda Nova) e convidados estão músicos de excelente qualidade, como Dominguinhos (sanfona), Wilson das Neves e Robertinho Silva (bateria), Marçal (percussão), Luiz Claudio Ramos (violão) e Tomás Improta (piano), Raul de Barros (trombone), Jacques Morelembaum (cello), Arlindo Cruz (banjo), entre outros.

Renato Russo e a Legião - No último programa, a Legião Urbana é convidada e apresenta a canção Ainda É Cedo, música que está no primeiro disco da banda. A plateia parece não entender muito bem as intenções de Renato Russo. Caetano fica maravilhado com os movimentos de Renato no palco. "Quero aprender aquilo tudo", diz, entre risos do auditório.

Fonte: Estadão Conteúdo
PUBLICIDADES
SIGA-NOS
CONTATO
Telefone para contato.: (35) 3332-1008 | (35) 99965-4038
Textos e contatos em geral: jornalcp@correiodopapagaio.com.br
SAC: comercial@correiodopapagaio.com.br
R. Dr. Olavo Gomes Pinto, 61 - Sala 207 - Centro - São Lourenço - MG